Siga-nos nas redes sociais

Sociedade

Urso bebé fica “drogado” ao comer uma grande quantidade de mel alucinogénio

A situação ocorreu na Turquia e o urso foi salvo por uma equipa de resgate.

Tal como os seres humanos os animais também pode ter intoxicações alimentares. Foi o caso de um urso bebé que ingeriu uma grande quantidade de mel alucinogénio, também conhecido como “mel louco”, segundo o avançado pela plataforma de notícias da Rádio Comercial.

Um produto produzido por apicultores turcos e que deve ser consumido em pequenas quantidades, de modo a não suscitar sintomas, como desmaios, náuseas ou redução da tensão arterial.

Na sequência da grande quantidade de mel ingerido, o pequeno urso ficou desorientado, tendo de ser resgatado por uma equipa de veterinários.

Portugal

Ventura diz que vai propor apoio de 125 euros “todos os meses” de 2023

André Ventura afirmou hoje que irá propor que o apoio de 125 euros previsto pelo Governo se estenda a todos os meses do próximo ano e que este esteja isento de tributação.

No decorrer de uma conferência de imprensa na Assembleia da República, o líder do Chega afirmou que o partido propõe, no âmbito da discussão da proposta de Orçamento do Estado para 2023, a isenção de tributação do apoio de 125 euros que vai ser atribuído no mês presente.

André Aventura avança ainda que o Chega irá apresentar uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2023 (OE2023), que será conhecido na quinta-feira, que prevê a não tributação dos subsídios de férias e de Natal, exigindo ainda a atualização dos escalões do IRS.

Continuar a ler

Portugal

Cerca de 6.000 pessoas já assinaram petição a pedir solução mediada para diferendo entre agricultor e Estado

Cerca de 6.000 pessoas assinaram uma petição a pedir a António Costa que reúna com os agricultores Luís Dias e Maria José Santos, para que seja concretizado o processo de mediação pela Provedoria de Justiça.

Esta quinta-feira à tarde, por volta das 17h15, o documento já contava com 5.990 assinaturas. Os assinantes afirmam ter “seguido com preocupação” a greve de fome levada a cabo pelo agricultor Luís Dias, em frente à residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, onde se encontra numa tenda há quase 30 dias.
Os peticionários reivindicam “uma solução mediada” para o diferendo que opõe Luís Dias ao Ministério da Agricultura no caso da Quinta das Amoras, em Idanha-a-Nova.

“Não cabe aos peticionários julgar o diferendo na praça pública nem determinar os remédios adequados. Mas não deixamos de ser sensíveis à situação humanitária do agricultor Luís Dias e à existência de erros, omissões e responsabilidades do Estado no processo, documentados em relatório da Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território”, pode ler-se na petição.

Continuar a ler

Portugal

Governo propõe salário mínimo de 760 euros no próximo ano

O salário mínimo nacional irá aumentar dos 705 euros para 760 euros no próximo ano, de acordo com a proposta do Governo para um acordo de rendimentos e competitividade.

Ao contrário do que estava anteriormente previsto para o próximo ano, o salário mínimo nacional terá um aumento de 55 euros, uma diferença adicional de forma a atenuar os efeitos da inflação.

Recorde-se  que o objetivo de alcançar os 900 euros até final da legislatura mantém-se.

Continuar a ler

Portugal

Agricultor teve alta e está de volta à greve : “Não desisto, não posso”

O agricultor Luís Dias, que está em greve de fome às portas de S. Bento, já teve alta hospitalar e voltou à greve, garantindo que não vai desistir.

“Bem sei que se preocupam, mas não desisto, não posso”, escreveu o agricultor na rede social Twitter, onde divulgou uma petição onde reivindica uma solução mediada para o diferendo que opõe o agricultor ao Governo.

Recorde-se que Luís Dias foi hospitalizado ontem, depois de ter estado internado na semana passada, no hospital de São José, em Lisboa. O agricultor já está de regresso ao jardim junto à residência do Primeiro Ministro, de forma a retomar o protesto.

Continuar a ler

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

ÚLTIMAS 48 HORAS