Siga-nos nas redes sociais

Economia

Trabalhadores da Altice Portugal em greve contra despedimento coletivo

Os trabalhadores da Altice vão estar hoje em greve contra o despedimento coletivo de mais de 200 pessoas, com o sindicato dos trabalhadores do grupo a esperar “uma boa presença” no protesto que decorrerá em Lisboa.

Apesar “da pandemia e das questões de segurança, que criam limitações, estimamos uma boa presença de pessoas que contestam” o despedimento, não só as pessoas que estão na lista, “que são mais 200”, mas também “da solidariedade dos outros trabalhadores”, afirmou, em declarações à Lusa, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Grupo Altice em Portugal, Jorge Félix.

Para hoje, está prevista uma concentração de trabalhadores em Picoas, em frente às instalações da Altice, em Lisboa, pelas 14:30, seguindo depois para os ministérios das Infraestruturas e do Trabalho.

Os sindicatos querem que o primeiro-ministro, António Costa, se pronuncie sobre o despedimento, “dado que a própria Altice se tem pronunciado no sentido de que a responsabilidade destes despedimentos é essencialmente do regulador e da cumplicidade do Governo, nomeadamente do Ministério das Infraestruturas”, prosseguiu o sindicalista.

“Como mete o Governo, os sindicatos da Frente Sindical consideram que estamos perante um despedimento político forçado” resultado de uma “contenda entre as decisões economicistas da empresa e o regulador e o Governo”, salientou.

Por isso, “entendemos que o Governo tem de ter uma palavra, nomeadamente o primeiro-ministro”, reforçou, recordando que foi pedida uma reunião com António Costa, mas que até agora “não foi conseguida”.

O primeiro-ministro “endereçou-nos a ministra do Trabalho e o das Infraestruturas e, por isso, dirigimo-nos para estes dois ministérios” hoje, argumentou Jorge Félix.

A paralisação foi convocada pelos sindicatos da Frente Sindical.

Jorge Félix não espera que a greve tenha “um grande impacto”, já que a Altice Portugal é uma empresa muito automatizada, admitindo alguns impactos no atendimento.

A greve é mais “uma questão simbólica de protesto, não tem efeitos nocivos para a população”, referiu.

Em 22 de junho, a dona da Meo anunciou que iria avançar com um despedimento coletivo, uma decisão que classificou de “difícil”, mas “indispensável, essencialmente devido ao contexto muito adverso” que se vive no setor das telecomunicações.

A empresa liderada por Alexandre Fonseca elencou “o ambiente regulatório hostil, a falta de visão estratégica do país, o contínuo, lamentável e profundo atraso do 5G [quinta geração], bem como a má gestão deste dossiê, e ainda as múltiplas decisões unilaterais graves da Anacom e de outras autoridades, sempre com a cobertura da tutela, e que ao longo dos últimos quatro anos destruíram significativamente valor”.

Lusa

Portugal

Entre os 10 milhões de portugueses 159 mil são milionários

Em 10 milhões de portugueses 159 mil são milionários, em comparação com 2020 o número caiu em cerca de 10 mil, registando-se um decréscimo de 6% num ano, por outro lado o número de milionários cresceu 9% a nível mundial, segundo o avançado pelo Global Wealth Report 2022 do Credit Suisse divulgado esta terça-feira.

Segundo o apurado pelo ECO , a riqueza média de um português, no início da década, correspondia a 52,4 mil dólares.

Continuar a ler

Portugal

Universidade Sénior já arrancou no Concelho de Viana

O Polo de Viana do Alentejo da Universidade Popular Túlio Espanca/Universidade de Évora (UPTE/UÉ) iniciou no passado dia 16 de setembro, o novo ano letivo com cerca de 80 inscritos.
A cerimónia teve lugar no Cineteatro Vianense e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Luis Miguel Duarte, da vice-presidente da Câmara, Paula Neves, do diretor da UPTE/UÉ, Bravo Nico e dos muitos alunos/as e professores que integram este projeto.
Após dois anos de pandemia que restringiu as atividades, o autarca mostrou-se agradado com a adesão dos alunos, realçando a importância do projeto para manter ativa esta camada da população, melhorando a sua qualidade de vida. Luis Miguel Duarte, fez um agradecimento especial ao diretor da UPTE/UÉ, Bravo Nico, “pelo acompanhamento que tem prestado ao Polo de Viana do Alentejo”. O reconhecimento estendeu- se aos professores voluntários que, de forma altruísta, participam neste projeto, realçando a “importância do convívio e partilha de conhecimentos”.
O diretor da UPTE/UÉ, Bravo Nico, destacou a importância da Universidade Sénior, um dos maiores projetos educativos e de envelhecimento ativo do país, que une milhares de alunos dos Polos de Viana do Alentejo, Alandroal, Évora/Canaviais, Évora/Centro Histórico, Portel, Escola Comunitária de São Miguel de Machede, Reguengos de Monsaraz, Barrancos e União de Freguesias do Bacelo e Sr.ª da Saúde. De salientar que o Polo de Viana do Alentejo é um dos polos mais antigos da Universidade Popular, contando com 12 anos de existência em conjunto com o Clube de Saúde Sénior que assinala também os mesmos anos.
Na sessão de abertura do novo ano letivo, para além da aula aberta subordinada ao tema “Aprendizagem e saúde: uma relação saudável”, houve ainda a atuação da Tuna do Polo de Viana do Alentejo da Universidade Popular Túlio Espanca.
Para o presente ano letivo estão disponíveis no Polo de Viana do Alentejo diversos cursos, nomeadamente Inglês, Informática, Alfabetização de Adultos, Teatro, Bordados e Costura, Saúde e Socorrismo, Ambiente e Cidadania, Tuna, Clube de Saúde +, Cineclube, Conversas sobre Saúde Mental, Atelier de Cerâmica e Hidroginástica. Previstas estão, também, ações de informação e sensibilização e visitas de estudo temáticas.
As aulas, lecionadas por professores voluntários, decorrem de segunda a sexta-feira, nas três freguesias do concelho.
As inscrições para o Polo de Viana do Alentejo efetuam-se no Balcão Municipal, em Viana do Alentejo, e nas Bibliotecas em Aguiar e em Alcáçovas.

Continuar a ler

Portugal

Conheça as principais medidas do plano do Governo para combater inflação

António Costa

Esta segunda-feira, o Governo apresentou o plano “Famílias primeiro” com o objetivo de ajudar as famílias a conviver com a inflação e o aumento constante dos preços.

Conheça as medidas :

– As famílias com rendimento mensal bruto até 2700 euros irão receber um apoio de 125 euros por pessoa (a pagar em outubro uma vez);

– Por cada criança ou jovem dependente até aos 50 euros irá ser concedida a quantia de 50 euros (pagamento feito em outubro) ;

– Todos pensionistas terão direito a 50% de pensão extraordinária (pagamento feito em outubro);

– O IVA sobre a eletricidade desce de 13% para os 6% , (a partir de outubro a dezembro de 2022);

– A conta de gás vai diminuir em 10% para consumidor com a mudança para o mercado regulado;

– A redução do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos (ISP) mantém-se até ao final de 2022;

– Limitação em 2% do aumento das rendas, com compensação no IRS/IRC dos senhorios;

– O preço dos transportes irá manter-se até 2023;

Continuar a ler

Portugal

FACECO abre portas para três dias de cultura, negócio e animação em São Teotónio

O grande certame do concelho de Odemira – FACECO – Feira das Atividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira, acontece nos dias 22, 23 e 24 de julho, em S. Teotónio, promovida pelo Município de Odemira. A Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, vai marcar presença na inauguração da FACECO – Feira das Atividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira, no dia 22 de julho, pelas 15h00.

Serão três dias de cultura, negócio, muita animação e reencontro após dois anos de interregno. A 30ª edição da FACECO vai ser marcada pela realização do Concurso Ibérico da Raça Limousine, alterações na organização dos espaços, maior oferta a nível de animação, o espaço Odemira Creative Market e a dinamização do 1º Concurso de Medronho. Na música, os destaques vão para as atuações de Tiago Bettencourt (sexta-feira, dia 22), Bateu Matou (no sábado, dia 23) e Viviane (no domingo, dia 24).

Como é tradição deste certame, o artesanato local volta a contar com a presença de dezenas de artesãos a trabalhar ao vivo, numa ampla zona de exposição. Também o setor pecuário estará em grande destaque, com a realização do 33.º Concurso Nacional e do 4.º Concurso Ibérico, promovidos pela Associação Portuguesa de Criadores de Raça Bovina Limousine. Destaque também para o 17.º Concurso Regional Raça Holstein Frísia e para o 25.º Concurso Regional da Cabra Charnequeira. A FACECO volta a ser o espaço para a entrega dos Prémios Espírito Empreendedor, no âmbito do Programa Municipal de Empreendedorismo e Emprego – Odemira Empreende.

Serão dinamizados vários espaços de debate, dedicados à Rota Vicentina (sexta-feira, dia 22, 15h10), ao tema “Cultura no Centro do Desenvolvimento Territorial” (sábado, dia 23, 11h15), aos “Novos Desafios na Floresta” (no domingo, dia 24, 11h15) e ao Projeto CRIAR – Centro em Rede de Inovação do Artesanato Regional” (no domingo, dia 24, 15h30).

A completar o programa haverá provas gastronómicas, desporto, atividades para crianças e animação no recinto, com espetáculos musicais em três palcos espalhados pelo recinto.

Continuar a ler

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

ÚLTIMAS 48 HORAS