Connect with us

Saúde

Situação da medicina intensiva em Portugal “é ainda muito frágil”

A situação da medicina intensiva “é ainda muito frágil” no contexto da pandemia de covid-19, denunciou hoje o médico João Gouveia, do grupo de coordenação da resposta em medicina intensiva, defendendo a conclusão de obras e mais recursos humanos.

Num retrato da atual situação de cuidados intensivos, que reportava a 20 de fevereiro 638 doentes covid, e a apresentação do cenário ideal de resposta a este nível num “novo normal”, que aponta para 285 camas de medicina intensiva dedicadas à covid-19 e 629 camas para a atividade não covid, num total de 914 camas, o especialista sublinhou que a capacidade atual “não pode ser mantida” e que só foi possível devido ao “esforço dos profissionais, à mobilização de espaços e à dotação de pessoal de outras atividades”.

“A situação da medicina intensiva em Portugal é ainda muito frágil, temos uma situação atual que não é real, é enganadora. É necessário completar obras em curso e assegurar recursos humanos”, reiterou João Gouveia, que, após vincar que a taxa de ocupação não deve exceder os 85% – ou seja, sensivelmente 242 doentes covid em cuidados intensivos -, assegurou que Portugal só vai conseguir chegar “no final da terceira semana de março” aos 245 doentes.

“Como podemos lá chegar? Temos de acreditar que certos pressupostos se vão cumprir: que tenhamos uma incidência corrigida de 240 a 480 casos por 100 mil habitantes, um índice de transmissibilidade (Rt) inferior a 0,7, uma taxa de positividade entre 7 e 8% e cerca de 1500 internamentos”, acrescentou o membro do grupo coordenador da resposta em medicina intensiva.

Contudo, João Gouveia alertou que se a evolução da pandemia não for favorável, então “todos os hospitais têm de ter planos de recuperação de nível” e que essa reorientação de meios tem de surgir antes de se gerar uma situação de alarme nos cuidados intensivos, devendo ser coordenada a nível nacional e regional e alvo de uma avaliação semanal.

“Não podemos esperar que seja a medicina intensiva a dar o sinal que as coisas estão mal. Esta informação é tardia, somos os últimos a sofrer as consequências, mas também os últimos a sair delas”, concluiu.

Lusa

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

Advertisement

Últimas

Portugal1 hora ago

Profissionais de saúde do SNS aumentaram 7,1% desde início da pandemia

Mais de 147 mil profissionais de saúde trabalhavam em janeiro no Serviço Nacional de Saúde (SNS), mais 7,1% do que...

Portugal2 horas ago

Marcelo falou com Guterres e transmitiu-lhe “caloroso apoio” a novo mandato na ONU

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, falou hoje com António Guterres transmitindo-lhe “caloroso apoio” à sua candidatura a...

Portugal2 horas ago

Sete homens detidos e 100 kg de cocaína apreendidos em contentor

A Polícia Judiciária deteve sete homens e apreendeu 100 kg de cocaína num contentor que chegou recentemente a Portugal e...

Saúde2 horas ago

Um milhão de vacinas de Portugal deverá chegar aos países lusófonos no segundo semestre

Portugal vai destinar um milhão de vacinas contra a covid-19 aos PALOP e a Timor-Leste que deverão começar a chegar...

Sociedade3 horas ago

PSD questiona Governo sobre destruição de mina romana em Vila Velha de Ródão

O PSD quer saber as medidas que o Governo vai tomar para reparar os danos causados numa antiga mina de...

Alentejo3 horas ago

Vacinação com 3.546 doses arranca em quase todo o distrito de Beja

A vacinação contra a covid-19 arrancou hoje em 11 sedes de concelho do distrito de Beja, estando disponíveis, para já,...

Saúde4 horas ago

Portugal com 50 mortes e 1.480 casos de infeção nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje 50 mortes relacionadas com a covid-19, o número mais baixo desde 06 de novembro de 2020, e...

Sociedade4 horas ago

Observatório vai monitorizar a Estrada Nacional 2 que atravessa o país

A Estrada Nacional 2 (EN2), que atravessa o país, vai dispor de um observatório para monitorizar, avaliar impactos e apoiar...

Sociedade4 horas ago

Desempenho da Internet móvel na região Centro é pior nas áreas rurais

Os serviços de navegação na Internet móvel na região Centro registam “piores desempenhos nas áreas predominantemente rurais”, o mesmo acontecendo...

Saúde4 horas ago

Diretor de Patologia do Médio Tejo alerta para importância da identificação das variantes

O diretor do Serviço de Patologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) defendeu hoje uma atualização do plano de...

Sociedade5 horas ago

Famalicão vai ter rede municipal de trilhos de natureza com 62,3 kms

O concelho de Vila Nova de Famalicão vai dispor de uma rede municipal de trilhos da natureza com 62,3 quilómetros,...

Sociedade5 horas ago

IHRU reabilita a partir de março bairro social de Ponte de Lima por 700 mil euros

O presidente da Câmara de Ponte de Lima informou hoje que o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU)...

+ popular

%d bloggers like this: