Connect with us

Política

Rio diz que polícia “atuou e bem” quando dispersou manifestantes contra Ventura

O presidente do PSD considerou hoje que a polícia “atuou e bem” quando dispersou manifestantes que atiraram pedras e outros objetos ao líder do Chega e candidato presidencial, André Ventura, afirmando que lhe é “indiferente” o partido em causa.

“Condeno a atuação das pessoas que foram para lá perturbar. Não condeno em nada a atuação da polícia. Bem pelo contrário. A polícia existe para repor a ordem. O que a polícia fez foi impor a ordem a alguns desordeiros que não se sabem comportar num país democrático”, sustentou Rui Rio.

No Porto, à margem de uma conferência de imprensa marcada para reagir à decisão do Governo de encerrar as escolas a partir de sexta-feira devidos aos máximos diários de mortes e infeções pelo novo coronavírus, Rui Rio foi questionado sobre o episódio que marcou a tarde de campanha eleitoral de André Ventura, em Setúbal.

“É-me completamente indiferente qual era o partido que se pretendia agredir – se era de direita ou de esquerda, de cima ou de baixo – toda a gente tem de cumprir e quando não cumprem, a polícia tem de atuar. [A polícia] atuou e bem”, referiu o líder do PSD.

Esta tarde, em Setúbal, vários manifestantes, na sua maioria cidadãos de etnia cigana, atiraram pedras e outros objetos ao líder do Chega, André Ventura, em protesto contra as ideias do candidato, que acusa aqueles cidadãos de viverem à custa do rendimento mínimo.

O corpo de intervenção da Polícia de Segurança Pública esteve no local e usou da força para dispersar os manifestantes, em ambiente de grande tensão, registando-se uma detenção.

O líder e deputado do Chega chegou a defender, no início da pandemia, em março de 2020, um plano específico de “abordagem e confinamento” para as comunidades ciganas, e nos debates televisivos tem-nas acusado de viverem “à custa” do RSI (Rendimento Social de Inserção).

O candidato a Belém tem sido recebido por alguns protestos nas suas iniciativas ao longo do país e no primeiro dia de campanha oficial (10), em Serpa, no Alentejo, clamou “vão trabalhar” a um conjunto de manifestantes, a maioria de etnia cigana e outros com cartazes antifascistas.

Lusa

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

Advertisement

Últimas

Economia2 horas ago

Portugal sobe quatro lugares e torna-se o 26.º país mais atrativo para trabalhar

Portugal foi eleito o 26.º destino mais atrativo para trabalhadores estrangeiros em 2020, uma subida de quatro posições, face a...

Economia2 horas ago

Restauração quer prolongamento das moratórias e dos planos de amortização

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defende um prolongamento das moratórias até 30 de junho de...

Sociedade3 horas ago

Portugueses no estrangeiro já podem receber o cartão de cidadão em casa

Os postos e secções consulares portugueses no estrangeiro já podem enviar o cartão de cidadão para casa dos portugueses no...

Portugal3 horas ago

Governo prevê prolongar prazo para limpeza de terrenos pelos proprietários até 15 de maio

O Governo irá prorrogar o prazo de limpeza de terrenos pelos proprietários até 15 de maio, considerando as condições meteorológicas e o...

Sociedade3 horas ago

Sindicato alerta para possibilidade de 1.800 enfermeiros serem despedidos

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) enviou uma carta ao primeiro-ministro e à ministra da Saúde sobre o possível despedimento...

Saúde3 horas ago

Açores com dois novos casos em São Miguel e cinco recuperações

Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, dois novos casos de covid-19 em São Miguel, no concelho da Ribeira Grande,...

Saúde4 horas ago

Portugal com 28 mortes nas últimas 24 horas, o valor mais baixo desde outubro

Portugal registou hoje 28 mortes relacionadas com a covid-19, o valor mais baixo desde 27 de outubro, e 830 novos...

Portugal7 horas ago

Portugal vai ter exposição e nove debates na Bienal de Arquitetura de Veneza

A representação oficial portuguesa para a Bienal de Arquitetura de Veneza 2021 vai apresentar uma exposição e nove debates, divididos...

tempo tempo
Economia9 horas ago

Chuvas de inverno deixam Algarve com água para dois anos

As reservas de água para abastecimento público no Algarve registaram um “aumento significativo” devido à chuva dos últimos meses e...

Educação10 horas ago

Ensino à distância 2.0 está melhor, mas longe de substituir presencial

Os diretores escolares e as famílias fazem um balanço positivo do ensino à distância, imposto pela pandemia de covid-19, reconhecendo...

Portugal11 horas ago

Há cerca de 1,5 milhões de armas legais em Portugal

Em Portugal existem cerca de 1,5 milhões de armas legais, sendo a maioria carabinas e espingardas destinadas à caça, revelam...

Sociedade11 horas ago

Presidente da República evoca a memória das 59 vítimas mortais

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou hoje, passados 20 anos, a memória das 59 vítimas mortais da...

+ popular

%d bloggers like this: