Connect with us

Alentejo

Reforçar e apoiar a Rede Social do Concelho de Viana do Alentejo

A Câmara Municipal de Viana do Alentejo aprovou um pacote de medidas sociais de apoio à sua população, no âmbito da pandemia do Covid-19.

Através da constituição de um Fundo de Emergência Social, as 20 medidas apresentadas têm como objetivo apoiar as famílias, as empresas, as IPSS e o movimento associativo.

Bengalinha Pinto, presidente da Câmara Municipal afirmou que “o Fundo de Emergência Municipal no valor de 150.000€ e este conjunto de medidas têm como objetivo minimizar os efeitos desta pandemia. Pretende ser abrangente de forma a apoiar famílias, particularmente os extratos mais desfavorecidos, como os idosos, os desempregados e as crianças, reforçando e apoiando a rede social que já existe no terreno, através da articulação e apoio às IPSS. Apoia ainda as empresas, e o movimento associativo”. Referiu ainda o autarca que “estes apoios da Autarquia deverão ser vistos como um complemento a outras medidas mais robustas do governo.”

O documento inclui a suspensão do pagamento, até final do corrente ano de taxas referentes à ocupação de espaço público e publicidade de estabelecimentos comerciais; de rendas referentes aos espaços municipais arrendados ou concessionados para fins comerciais; das tarifas fixas dos serviços de abastecimento de água, saneamento e resíduos a todos os consumidores não domésticos nos meses de abril e maio.

As medidas estendem-se para todas as IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social), nomeadamente à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Alentejo e à Delegação de Alcáçovas da Cruz Vermelha com a atribuição de apoios financeiros. No plano social decidiu ainda manter o pagamento mensal das bolsas de estudo, apesar da suspensão das aulas e comparticipar financeiramente na realização de testes dos funcionários e utentes de lares do concelho.

A Câmara Municipal determinou, ainda, a suspensão temporária de cortes de água e prorrogação dos planos de pagamento de faturas para famílias com carência económica.

No que toca às empresas, o Município determinou o pagamento de faturas de empresas locais num curo espaço de tempo, reforçando as orientações para aquisição de serviços/bens a empresas locais. Suspendeu ainda o pagamento da derrama de 2020 de todas as empresas locais.

As medidas previstas, algumas já a serem desenvolvidas no terreno, estabelecem um plano de desinfeção e higienização do espaço público em todo o Município, em articulação com as Juntas de Freguesia.

O Município de Viana apoiou ainda a aquisição de ventiladores para o Hospital do Espírito Santo de Évora, através da CIMAC – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central.

O Município determinou ainda que se mantenham os apoios previstos em protocolos estabelecidos com o Movimento Associativo, mesmo durante a paragem nas atividades.

Continue Reading

Portugal

Idosa recusa-se a levantar dinheiro da reforma e é agredida pelo neto

Na passada quarta-feira, um homem de 43 anos, foi deito pelo Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP) por ter agredido a avó, de 92 anos, em Marvila.

A idosa foi agredida “em várias partes do corpo”, por se ter recusado a levantar o dinheiro da reforma, que recebia no dia 10 de cada mês”.

“O suspeito, partilha residência com a vítima e, sabendo que a idosa recebe a reforma no dia 10 de cada mês, coagiu a mesma a ir ao Multibanco para levantar o dinheiro”, segundo o avançado no comunicado da PSP.

De momento o detido está desempregado e adotou “um estilo de vida intimamente relacionado com o álcool e drogas”. 

Os militares da PSP “procederam a diligências que levaram à detenção do agressor através de Mandado de Detenção Fora de Flagrante Delito por Autoridade de Polícia Criminal”.

A vítima foi retirada da sua residência e encontra-se num lugar seguro. O agressor foi presente a 1.º interrogatório judicial e está proibido de entrar em contacto com a vítima, sendo também forçado a abandonar a residência que partilhava com a avó.

Continue Reading

Portugal

Alandroal : Três detidos em flagrante por furto de metais não preciosos

O Comando Territorial de Évora, através do Posto Territorial de Alandroal, no dia 13 de agosto, deteve três homens de 26, 31 e 49 anos por furto de metais não preciosos, no concelho de Alandroal.

Numa ação de patrulhamento e vigilância na obra da ferrovia, os militares da Guarda detetaram uma viatura a efetuar a carga materiais de construção, tendo os suspeitos sido abordados e detidos em flagrante.

No decorrer desta ação policial, foi possível apreender o seguinte material:

·  Cerca de 1 600 quilos de ferro moldado;

·  Um veículo;

·   Diversos objetos utilizados na prática do furto.

Os suspeitos foram constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Redondo.

Continue Reading

Portugal

Prepare-se para o calor. Temperaturas voltam a subir

A partir de sexta-feira, as temperaturas voltam a subir, prevendo-se dias quentes. Segundo a meteorologista, Cristina Simões, as máximas poderão alcançar os 37 graus.

De acordo com a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, antecipam-se temperaturas elevadas, especialmente, na zona do Alentejo e de Lisboa e Vale do Tejo.

Continue Reading

Portugal

Beja : Dois detidos por posse de armas proibidas

No dia 13 de agosto, o Comando Territorial de Beja, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Beja, deteve dois homens de 25 e 34 anos, por posse de armas proibidas e por crime contra a preservação da fauna e das espécies cinegéticas, no concelho de Beja.

Na sequência de uma investigação, os militares da Guarda abordaram um veículo suspeito, tendo os seus ocupantes demonstrado um comportamento nervoso. No decurso das diligências policiais, os militares da Guarda efetuaram uma busca ao veículo e uma revista de segurança aos suspeitos, resultando na apreensão do seguinte material:

  • Uma carabina, equipada com mira telescópica de visão térmica e silenciador;
  • Quatro carregadores de diversos calibres,
  • 170 munições de diversos calibres;
  • 48 cápsulas deflagradas, de calibre 243;
  • 26 selos de caça;
  • Sete facas;
  • Um punhal;
  • Um dispositivo explosivo, vulgo petardo;
  • Um silenciador para carabina;
  • Um monóculo, com visão térmica;
  • Uma serra elétrica;
  • Uma câmara de filmar, de caça;
  • Um rádio portátil;
  • Uma lanterna;
  • Um chamariz de aves;
  • Dois javalis;
  • Um veado.
  • Um veículo automóvel.

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Beja.

Esta ação policial contou com a presença do serviço veterinário municipal de Beja.

Continue Reading

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Os Mais Vistos

ÚLTIMAS 48 HORAS