Alentejo

PS candidata bancário João Luis Feiteira à Câmara de Arronches

O bancário João Luís Feiteira é o candidato do PS à Câmara de Arronches, no distrito de Portalegre, liderada pelo PSD, nas eleições autárquicas deste ano, revelou hoje o próprio à agência Lusa.

“Eu não sou militante do partido. Fui convidado pela Comissão Política Concelhia do PS de Arronches e aceitei o desafio”, disse.

O candidato, de 61 anos, assumiu não possuir qualquer experiência autárquica, mas candidata-se ao município com o objetivo de “devolver” a Arronches um presidente que seja natural daquela vila alentejana.

“Há muita gente do PS que gostaria de ter novamente um presidente natural de Arronches”, argumentou.

O cabeça-de-lista socialista acrescentou que quer “alterar um pouco a fisionomia de Arronches”, para que os habitantes se revejam “naquilo que é Arronches”.

O que, opinou, não tem estado a acontecer: “Ultimamente, as pessoas que passaram pela câmara não eram propriamente de Arronches”.

Na área do associativismo, João Luís Feiteira é presidente da Casa do Concelho de Arronches em Lisboa desde 2013, exercendo também a função de vice-presidente da Associação das Casas Regionais em Lisboa.

O Município de Arronches é liderado pela autarca social-democrata Fermelinda Carvalho, que está a cumprir o terceiro e último mandato e já foi anunciada como a candidata do PSD à Câmara de Portalegre nestas eleições autárquicas.

O executivo municipal de Arronches é constituído por quatro eleitos do PSD e um do PS.

No distrito de Portalegre, com 15 concelhos, o PS lidera oito câmaras (Alter do Chão, Campo Maior, Elvas, Ponte de Sor, Crato, Nisa, Gavião e Sousel), seguindo-se o PSD, que preside a quatro (Arronches, Fronteira, Marvão e Castelo de Vide).

A CDU assegura a gestão de dois municípios (Avis e Monforte), enquanto a Câmara de Portalegre é a única do distrito liderada por um movimento independente, a Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP).

Segundo a lei, as eleições autárquicas decorrem entre setembro e outubro.

Lusa

ÚLTIMAS 24 HORAS

Exit mobile version