Connect with us

Economia

Produção na construção com 1.º aumento do ano de 3,2% em abril

A produção da construção aumentou em abril, pela primeira vez este ano, 3,2% em termos homólogos, embora 3,1% abaixo da de abril de 2019, tendo as remunerações subido 14,7% no mesmo período, segundo o INE.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) ressalva, na publicação que disponibiliza na internet, que o aumento do índice de produção na construção “reflete em larga medida um efeito de base” resultante de abril de 2020 ter sido afetado pela pandemia da covid-19, que permitiu passar de uma contração de -1,2% em março, para um crescimento de 3,2% em abril.

Pela primeira vez este ano, registam-se aumentos nos dois segmentos que compõem o índice: o da construção de edifícios subiu 1,2%, contra uma queda homóloga de 2,3% em março, e o de engenharia civil acelerou aumentando 6,2%.

Em abril, segundo os dados do INE, os índices de emprego e de remunerações – resultantes de um inquérito mensal do INE a empresas da construção e de promoção imobiliária – registaram subidas homólogas de 3% e 14,7%, respetivamente, contra variações de 0,5% e 6,7% no mês anterior.

Face a março, o índice de emprego registou uma variação nula (-2,5% em abril 2020) enquanto o de remunerações diminuiu 1,7% (variação de -8,5% no mesmo período de 2020).

Em março, a produção na construção tinha diminuído 1,6%, em termos homólogos, apesar de nesse período as remunerações no setor terem subido 5,9%, face a março de 2020.

O índice do INE é feito com base num inquérito mensal a empresas sediadas no território nacional que se dedicam principalmente à construção, recolhendo informação sobre o número de horas trabalhadas em engenharia civil e na construção de edifícios.

Lusa

Continue Reading
Advertisement

Siga-nos no Facebook

Arquivo

+ popular