Connect with us

Portugal

Península de Setúbal apresenta no domingo novo percurso no Caminho Português de Santiago

O Caminho Português de Santiago vai dispor de um novo percurso na Península de Setúbal, que será apresentado no domingo, no Castelo de Palmela, com o objetivo de colocar este território numa das “grandes rotas de peregrinação” do país.

No âmbito das comemorações do Dia de Santiago, as Câmaras Municipais de Palmela e Setúbal vão apresentar o percurso da Península de Setúbal do Caminho de Santiago, num momento em que “os dois municípios estão a desenvolver um trabalho de investigação, com vista à implementação desta variante”.

“A criação e disponibilização de mais esta oferta religiosa e cultural vai enriquecer a história local destes territórios e colocá-los numa das grandes rotas de peregrinação do nosso país”, referiu a Câmara de Palmela, em comunicado.

Para o município, a perspetiva é, “num futuro muito próximo, poder atrair mais visitantes e peregrinos”, continuando a afirmar a posição deste concelho do distrito de Setúbal e valorizando a ligação multissecular à Ordem de Santiago.

Com início no ano passado, os vários trabalhos de investigação “vão dar origem a um conjunto de ações, nomeadamente a sinalização dos percursos e a divulgação desta nova oferta”, indicou a Câmara de Palmela, acrescentando que outro objetivo é “obter, logo que estejam reunidas as condições, a certificação da variante” da Península de Setúbal do Caminho de Santiago.

Além da apresentação da primeira fase do trabalho de implementação desta variante, o programa das comemorações do Dia de Santiago, que se assinala no sábado, 25 de julho, inclui uma caminhada por um dos troços do Caminho de Santiago entre Setúbal e Palmela, o ‘peddy-paper’ “Setúbal nos Caminhos da Peregrinação” e o espetáculo RECANTO – Concerto em trio para uma interpretação de Música Medieval e Renascentista, na Igreja de Santiago, no Castelo de Palmela.

Segundo informação da Câmara de Setúbal, o projeto de implementação do novo percurso do Caminho de Santiago “envolve os seis municípios que compõem o trajeto correspondente à Península de Setúbal do caminho português até Santiago de Compostela, designadamente Setúbal, Alcácer do Sal, Barreiro, Palmela, Montemor-o-Novo e Vendas Novas”.

Com uma extensão total de 88 quilómetros, o percurso tem início em Alcácer do Sal e término no Barreiro, onde é possível realizar a travessia para Lisboa, e “vai passar a ter uma imagem e comunicação em comum e a disponibilizar mais informação e conforto a quem o percorre”, indicou o município de Setúbal, realçando que o projeto visa a promoção e valorização dos percursos e trilhos que conduzem os peregrinos até Santiago de Compostela, em Espanha.

Em Setúbal, município que é membro da Direção da Federação Portuguesa do Caminho de Santiago, o caminho prolonga-se por mais de 30 quilómetros, incluindo passagens por locais históricos, como o centro da cidade, assim como pela periferia e zonas rurais do concelho.

Lusa

Continue Reading

ÚLTIMAS 24 HORAS