Siga-nos nas redes sociais

Portugal

Parque da Cidade recebe Feira do Livro de Reguengos de Monsaraz

Parque da Cidade 1

A Feira do Livro de Reguengos de Monsaraz vai decorrer de 23 de abril a 1 de maio e estará aberta ao público diariamente das 14h às 22h no Parque da Cidade. A abertura oficial realiza-se no sábado, 23 de abril, pelas 16h, seguindo-se uma hora depois a apresentação da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense e às 18h a atuação do Grupo de Dança Contemporânea da ADAP – SAR.

O dia 24 de abril é o dia do livro infantil e terá pelas 15h o workshop “A Árvore das Palavras Bonitas”, com Sofia Paulino, às 17h a apresentação do livro “Brincar de Viajar: Paris”, de Guilherme Ceia e às 18h a atuação do Quarteto de Saxofones da Sociedade Filarmónica Corvalense. No dia seguinte, pelas 15h30, decorre a apresentação do livro de poesia “Madrugada na Voz da Noite”, de Manuel Sérgio.

O programa da Feira do Livro integra no dia 26 de abril, às 10h e às 11h, a Hora do Conto com a equipa da biblioteca municipal e “A história da Mosca Fosca” com a equipa do Mais Sucesso. No dia seguinte, à mesma hora, vão ser repetidos estes contos para as crianças e a fechar o dia, pelas 18h, José Pepo vai interpretar composições de Alberto Janes em acordeão.

Na quinta-feira, dia 28 de abril, às 10h realiza-se a apresentação do livro “O Guarda Daniel”, de Nuno Vilaranda, e pelas 11h decorre uma ação de segurança rodoviária pela Escola Segura da GNR, a Hora do Conto com a equipa da biblioteca municipal e “A história da Mosca Fosca” com a equipa do Mais Sucesso. Às 11h30 vai ser inaugurada no Auditório da Biblioteca Municipal a exposição “No Campo das Possibilidades” do Programa de Inclusão pela cultura da CIMAC e pelas 18h acontece a palestra “O Elogio da Literatura”, com o Professor Dionísio Vila Maior, da Universidade Aberta.

No dia 29 de abril, a Feira do Livro repete às 10h e às 11h a Hora do Conto com a equipa da biblioteca municipal e “A história da Mosca Fosca” com a equipa do Mais Sucesso e pelas 18h decorre a palestra “A viagem de Fernão de Magalhães e o Tratado de Tordesilhas”, com o professor Rui Amendoeira. No sábado, 30 de abril, às 11h realiza-se o Workshop de Origami com Francisco Ramalho, pelas 15h30 decorre o Torneio de Jogos de Tabuleiro – 1.ª sessão e às 16h30 acontece o lançamento do livro “A Valia das Palavras”, de Gabriel Raminhos e João Baptista Coelho.

Neste dia, o programa integra ainda às 17h30 a apresentação de Classes de Conjunto do Conservatório Regional do Alto Alentejo e pelas 18h30 a atuação do Corazón Flamenco – Grupo de Sevilhanas de Reguengos de Monsaraz – ADAP – SAR. O último dia da Feira do Livro, 1 de maio, terá às 15h30 a apresentação do livro “Palavras Bonitas”, de Sofia Paulino, pelas 16h30 o workshop “Da Leitura da Ilustração ao Desenho do Texto”, também com Sofia Paulino, e às 17h30 animação musical com o Quarteto de Clarinetes da Sociedade Filarmónica Corvalense.

A Feira do Livro de Reguengos de Monsaraz vai ter duas exposições permanentes no Parque da Cidade, nomeadamente uma mostra de ilustração de Sofia Paulino até ao dia 1 de maio e “Voltar aos passos que foram dados, José Saramago – 1922-2022” até 31 de dezembro. A mostra “No Campo das Possibilidades” do Programa de Inclusão pela cultura da CIMAC vai estar patente até ao dia 31 de maio no Auditório da Biblioteca Municipal. A Feira do Livro é organizada pelo Município de Reguengos de Monsaraz e tem como parceiros a Fundação Saramago, Universidade Aberta, Sociedade Filarmónica Corvalense, Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense, Associação de Pais de Reguengos de Monsaraz, Associação de Estudantes de Reguengos de Monsaraz, Escola Segura da GNR e Câmara Reguengos Clube.

Portugal

XXV Feira do Livro de Alcácer do Sal começa amanhã na Avenida dos Aviadores

2021 11 27 Atividades de Natal Sabado 40 scaled

A Avenida dos Aviadores, na cidade, vai ser palco da 25.ª edição da Feira do Livro de Alcácer do Sal, que se concretiza entre os dias 1 e 18 de dezembro.

Além da venda de livros a preços simpáticos, que são uma ótima ideia para presentes natalícios, para a autoeducação e/ou entretenimento, haverá as habituais sessões de contos dos mais novos aos mais crescidos, assim como encontros com autores que vêm partilhar as suas obras com o público e conviver com os seus leitores.

A Feira do Livro pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h e ao fim de semana e feriados, das 10h às 18h.

PROGRAMA

1 de dezembro (quinta-feira)

16h00 – “25 anos de histórias…” – Animação de leitura pelas técnicas da Biblioteca Municipal

3 de dezembro (sábado)

16h00 – Apresentação do livro “(E)ternamente Eusébio – Biografia Oficial” pelo autor João Malheiro

4 de dezembro (domingo)

16h00 – Apresentação do livro “A lenda do belo soldado” pela autora Margarida Rebelo Pinto

5 a 7 de dezembro (segunda a quarta-feira)

14h30 – “Contos para miúdos e graúdos” – Animação de leitura pelas técnicas da Biblioteca Municipal (para alunos do 1.º ciclo do ensino básico e utentes dos lares e centros de dia do concelho e público em geral)

8 de dezembro (quinta-feira)

16h00 – Apresentação do livro “O Silêncio das Esperas” pelo autor Henrique José Saraiva Lima

10 de dezembro (sábado)

16h00 – Apresentação do livro “O meu cão + 19 poemas (sem idade)” pela autora Conceição Marmeleira

11 de dezembro (domingo)

16h00 – Apresentação do livro “Comporta aberta” pela autora Cidalisa Guerra

12 a 16 de dezembro (segunda a sexta-feira)

14h30 – “Contos para miúdos e graúdos” – Animação de leitura pelas técnicas da Biblioteca Municipal (para alunos do 1.º ciclo do ensino básico e utentes dos lares e centros de dia do concelho e público em geral)

17 de dezembro (sábado)

16h00 – Apresentação do livro “Piu e Gil” pela autora Sofia Correia

18 de dezembro (domingo)

16h00 – Apresentação dos livros “Uma Lição de Paz” e “A Última Solidão” pela autora Carmen Garcia, do blogue “A mãe imperfeita”

Continuar a ler

Portugal

É Natal em Castro Verde

image003 1

Em Castro Verde, as celebrações de Natal arrancam esta quinta-feira, 1 de dezembro, com a iluminação de Natal e a instalação do presépio na Rotunda das Ovelhas. À noite, os temas típicos da quadra vão soar no Cineteatro Municipal num Concerto protagonizado pela Orquestra Clássica de Almodôvar, que acontece a partir das 21h30.

Entre os dias 16 e 20 de dezembro, a magia do Natal pode ser descoberta através do artesanato e produtos locais de Castro Verde, no Mercado de Natal que vai decorrer na Rua Morais Sarmento. Com início às 15h00, do dia 16, o Mercado de Natal funcionará todos os dias, entre as 10h00 e as 19h00.

Por estes dias haverá também animação musical pelas ruas e comércio local de Castro Verde e um programa de animação infantil, onde se inclui a Casa do Pai Natal, Tarde de Cinema Infantil, Carrossel, Pipocas e Algodão Doce e a peça de teatro “Desencontro” (teatro clownesco).

Para o dia 17 de dezembro, está agendado o já habitual Passeio de Pais Natal em Bicicleta, que acontece a partir das 15h00, com saída da Praça da República (inscrições em inqueritos.cm-castroverde.pt), e à noite, pelas 21h30, os UHF sobem ao palco do Cineteatro para um concerto acústico que contará com a participação do Coro do Conservatório Regional do Baixo Alentejo – Secção de Castro Verde.

O Natal é também o mote para a campanha “Este Natal, Ofereça Castro Verde”, a decorrer até ao dia 6 de janeiro de 2023, e para o Concurso de Montras de Natal, aberto a todos os estabelecimentos comerciais de Castro Verde com montras para a via pública.

O programa “É Natal em Castro Verde” procura valorizar os diferentes espaços urbanos e o comércio local, envolvendo todos os que por cá residem ou que, por estes dias, visitam o Município no decurso das festividades natalícias.

Continuar a ler

Portugal

Municípios: luzes e feiras de Natal passaram a ser “espectáculos artísticos” para evitarem concursos públicos

Tomar

Há câmaras municipais que classificam as feiras ou luzes de Natal como espetáculos artísticos de forma a poderem evitar um concurso público, adjudicando por ajuste direto serviços que ultrapassam o limite de 20 mil euros.

A notícia avançada pelo jornal ‘Público’ tendo em conta vários exemplos, explica que as regras da contratação pública permitem superar os limites previstos para os ajustes diretos quando se tratam de “espetáculos artísticos”.

O Município de Tomar adjudicou à empresa Sigmaconstellation um “espetáculo artístico” que custou 175 mil euros mais IVA “a que se somarão 150 mil euros mais IVA no ano passado, quando o evento teve de ser cancelado por causa da pandemia”.

O jornal ‘Público’ explicou ainda que o município pediu à empresa as “peças a utilizar fossem criadas exclusivamente para Tomar por artistas, não podendo ser utilizadas noutros eventos sendo, portanto, peças de autor/artista”.

Em causa estão “a Casa do Pai Natal, a Árvore Atelier dos Corações, o Trenó de Natal, o Conjunto Marco do Correio Cogumelo, o Pórtico Redondo, três Bengalas Doces com 3,5 metros, 2,5 metros e 1,5 metros e finalmente três Árvores de Natal com neve com 2 metros de altura”, de acordo com a descrição do próprio município.

Continuar a ler

Portugal

Instituto Cultural de Évora volta a ganhar Prémio Regional de Boas Práticas de Voluntariado do Alentejo

316676572 510487687788281 777223354460869470 n

No passado dia 26 de novembro de 2022, foi anunciado que o Instituto Cultural de Évora voltou a ganhar o Prémio Regional de Boas Práticas de Voluntariado do Alentejo! Este prémio é atribuído pelo Instituto Português do Desporto e Juventude e a cerimónia oficial irá decorrer no dia 5 de dezembro.  

Este ano o acontecimento foi especial porque:

O Instituto Cultural de Évora foi distinguido como a “Melhor entidade pública promotora de voluntariado jovem” e é também a primeira vez que neste prémio que uma entidade ganha dois anos consecutivos, tornando o ICÉ no primeiro “Bicampeão” alguma vez registado na história deste prémio.  Também é a primeiríssima vez que um projeto que envolveu Cultura Pop Japonesa no Alentejo ganha um prémio atribuído pelo Estado.

É de referir que esta conquista foi alcançada não só pela equipa do ICÉ (Pedro Dos Santos, Ana Rosado, Cláudia Quintas, António Pinheiro, Nuno Trindade, Pedro Trindade, Carolina Lecoq, Joel Ligeiro, Abigail Varandas Ligeiro, Duarte Fernandes, Carla Martins e Sara Matos) que implementou o “DigiTexto” que foi projeto vencedor mas também por vários outros jovens artistas locais e também por autores que colaboraram no respetivo projeto, nomeadamente os artistas e cosplayers FeratriX3Wafu (Barbara), MARS (Mars), Liam L (William), mono.bug (Alex), Clowdsoda (Diana), Suneka ( Jéssica), nebullak (Vitória), Anir (Carina), mari+ana (Mariana), famalda (Mafalda), Miguel Oliveira, Rui Lagarto, Guilherme Caldeira e a TikToker Joana Bombaça, também conhecida como “Itsmenanahere”; quanto aos autores, destacam-se Rute Alves, Carlos Daniel Dojja e Soraia Carmo.

O projeto “DigiTexto” abrangeu atividades de Cultura Pop Japonesa, neste caso o “Évora Anime” que foi o primeiro Evento de Cultura Pop no Alentejo alguma vez realizado. O facto de que um projeto que abrangeu Cultura Pop Japonesa no Alentejo ter sido premiado pelo estado marca a importância e a evolução deste tipo de iniciativas no Alentejo, uma vez que sempre houve um “tabu” associado a este tipo de atividades a nível regional. No resto país já existem eventos deste tipo já imensamente conhecidos como o Iberanime e no caso do Alentejo, iniciou-se com força também este movimento liderado pela equipa do ICÉ em conjunto com todos os artistas e autores já mencionados.

Continuar a ler

ÚLTIMAS 48 HORAS