Connect with us

Economia

Notas contrafeitas retiradas de circulação pelo Banco de Portugal recuam 26% em 2020

O Banco de Portugal (BdP) retirou de circulação 12.028 notas de euro contrafeitas em 2020, menos 26% do que em 2019, tendo a nota de 20 euros sido a mais apreendida, divulgou hoje o banco central.

Numa nota publicada na sua página eletrónica, o BdP nota que “este valor é residual em relação às notas em circulação”, sendo “a grande maioria das contrafações apreendidas de baixa qualidade” e “facilmente identificada utilizando o método ‘Tocar – Observar – Inclinar’”.

O maior número de notas contrafeitas foi de 20 euros (6.292) e de 50 euros (3.034), tendo ainda sido apreendidas 1.823 notas de 10 euros, 443 notas de 100 euros e 324 notas de cinco euros.

As notas menos contrafeitas foram as de 500 euros (83) e de 200 euros (29).

Face a 2019, em que tinha sido apreendido um total de 16.350 notas de euros, é notória uma diminuição da contrafação de notas de valor mais elevado: As notas falsas de 500 euros recuaram de 739 em 2019 para 83 em 2020 e as de 200 euros de 1.760 em 2019 para apenas 29 no ano passado.

Pelo contrário, mais do que triplicaram as contrafações de notas de 10 euros (de 594 para 1.823), enquanto as de notas de cinco euros mais do que duplicaram (de 116 para 324).

Quanto às apreensões de notas de 20 euros, aumentaram ligeiramente, de 5.765 em 2019 para 6.292 em 2020, enquanto as de notas de 50 euros diminuíram de 6.664 em 2019 para menos de metade (3.034) no ano seguinte e as de 100 euros recuaram de 712 para 443.

“As notas da segunda série de notas de euro (série Europa) apresentam uma qualidade elevada, que as torna difíceis de reproduzir”, refere o BdP.

“No entanto – salienta – é importante que os utilizadores verifiquem sempre as notas quando as recebem, porque uma nota contrafeita não pode ser trocada por uma nota genuína, ou seja, quem aceitar uma nota contrafeita como se de uma nota autêntica se tratasse não poderá recuperar o seu valor”.

Na nota hoje divulgada, o Banco de Portugal lembra que, tal como o Banco Central Europeu, divulga no seu ‘site’ informação sobre as características e os elementos de segurança da nota de euro e sobre como verificá-los.

Adicionalmente, o BdP, através da sua rede regional, disponibiliza formação, para diferentes públicos, sobre o conhecimento da nota de euro.

Lusa

Continue Reading
Advertisement

Siga-nos no Facebook

Arquivo

+ popular

%d bloggers like this: