Connect with us

Desporto

Jorge Braz diz que jogos com checos são “fundamentais” na corrida ao Euro de futsal

O selecionador português de futsal, Jorge Braz, considerou hoje que a dupla jornada com a República Checa é “fundamental” no apuramento para o Europeu de 2022 e que toda a equipa está “consciente” do que precisa fazer.

“Esta é uma jornada intermédia fundamental, muito importante e sinto toda a gente muito consciente e focada nos jogos, no processo e no que vamos ter de fazer para alcançar os nossos objetivos”, analisou o técnico, em declarações à assessoria de comunicação da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Portugal, campeão europeu em título, disputa os dois jogos com os checos em terreno neutro, em Lodz, na Polónia, devido às restrições impostas com a pandemia da covid-19, com o primeiro no sábado (18:00, hora de Lisboa), e o segundo na terça-feira (14:00).

A equipa das ‘quinas’ integra o grupo 8 de apuramento para o Europeu, no qual já empatou em casa (2-2) e venceu fora a Polónia (3-0), seguindo-se no sábado e terça-feira a República Checa, na jornada intermédia, antes da derradeira, com a Noruega, em abril.

Para Jorge Braz, é importante destacar que o próximo adversário será o mais difícil até agora, mais forte do que a Polónia.

“Jogam mais. Especialmente no aspeto ofensivo, com um futsal muito mais desenvolvido. Querem jogar, querem pressionar. Fazem uma alternância de pressão com maior percentagem do que, por exemplo, a Polónia”, sublinhou.

Apesar das maiores dificuldades, o treinador entende que Portugal estará mais perto de conseguir os seus objetivos se mantiver a sua identidade, num jogo em que pede à equipa rigor e consistência.

“Vamos ter de ser muito consistentes, rigorosos e consistentes, à semelhança do que fomos no segundo jogo com a Polónia. Muito objetivos, consistentes e apresentar uma regularidade exibicional ao longo dos 40 minutos, pois isso vai ser muito importante”, reiterou.

Pany Varela foi o jogador escolhido para falar na véspera do jogo, com o ala a frisar que Portugal sabe bem o que quer, frente a um adversário que já encontrou na qualificação para o Mundial deste ano e que venceu por 4-1.

“Trata-se de uma equipa com a qual jogámos recentemente, em Viseu [na primeira fase de qualificação para o Mundial], e que nos criou algumas dificuldades. Por isso, não vamos ser surpreendidos com nada. Sabemos o que vamos encontrar pela frente, mas vamos principalmente focar-nos em nós e em saber o que temos de fazer para poder vencer o jogo”, disse.

Os oito vencedores dos grupos e os seis melhores segundos classificados juntam-se aos anfitriões Países Baixos na fase final do Europeu, entre 19 de janeiro a 06 de fevereiro de 2022, enquanto os restantes dois segundos classificados disputam um ‘play-off’, de 14 a 17 de novembro de 2021, para definir a outra vaga.

A República Checa lidera o grupo, com seis pontos, seguida de Portugal, com quatro, e da Polónia, também com quatro (e mais um jogo realizado), enquanto a Noruega tem zero.

Lusa

Continue Reading
Advertisement

Siga-nos no Facebook

Arquivo

+ popular

%d bloggers like this: