Economia

Empréstimos em moratória voltam a cair em abril para 39,3 mil ME

O montante global de empréstimos abrangidos por moratórias voltou a cair em abril, um recuo de 3,6 mil milhões de euros face a março, para 39,3 mil milhões de euros, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

“A redução do montante de empréstimos em moratória resulta do decréscimo tanto dos empréstimos em moratória concedidos a particulares como dos concedidos a sociedades não financeiras, que diminuíram 2,0 mil e 1,4 mil milhões de euros, respetivamente”, refere o BPstat relativo a abril.

“A evolução dos empréstimos em moratória concedidos a particulares é maioritariamente explicada pelos empréstimos com a finalidade habitação, que diminuíram 1,6 mil milhões de euros, refletindo sobretudo o término da moratória privada”, acrescenta o BdP.

Em março, o montante global de empréstimos abrangidos por moratórias ascendia a 42,8 mil milhões de euros, uma redução face aos dados de fevereiro (45,6 mil milhões de euros) e de janeiro (45,7 mil milhões de euros).

Desde outubro (46,9 mil milhões de euros) que se tem assistido a uma redução mensal do montante de empréstimos em moratória.

Lusa

ÚLTIMAS 24 HORAS

Exit mobile version