Connect with us

Portugal

“Deixo a Marinha não por vontade própria” – almirante Mendes Calado

António Mendes Calado, 64 anos, natural de Cabeço de Vide, município de Fronteira; é um militar português. Em 2016 foi nomeado Vice-chefe do Estado Maior da Armada e, posteriormente, em março de 2018, exerceu funções como Chefe do Estado Maior da Armada até ao presente.

Na passada quinta-feira, o Presidente da República anunciou a nomeação do vice-almirante Gouveia e Melo a chefe do Estado-Maior da Armada e a exoneração de Mendes Calado. Justifica esta decisão afirmando que ” Este é o momento para substituir o Chefe do Estado Maior da Armada” , uma vez que se está a formar um “novo ciclo político”.

O almirante Mendes Calado tinha uma visão diferente, no que diz respeito à reforma das leis orgânicas das forças armadas, reforma essa que foi aprovada em novembro. Segundo o PR é este o motivo para exoneração.

O almirante Mendes Calado, num vídeo publicado no Facebook oficial da Marinha, marca a sua oposição, afirmando que “Deixo a marinha não por vontade própria, pois os que me conhecem não entenderiam que abandonasse o leme da nossa marinha depois de tanto resistir ao temporal que nos assolou nos últimos tempos”.

Na próxima segunda-feira, dia 27 de dezembro, o vice-presidente Henrique Gouveia e Melo vai ser nomeado Chefe do Estado Maior da Armada e promovido ao posto de Almirante pelo Presidente da República.

Continue Reading

ÚLTIMAS 24 HORAS