Connect with us

Saúde

Covid-19: Sobe para 3 o número de casos ativos em Moura

de acordo com os dados transmitidos pela Autoridade de Saúde Pública, verificam-se esta
quarta-feira, 2 novos casos de COVID-19 no concelho, dos quais 1 em Amareleja e 1 em Moura.

Na globalidade, o concelho regista 163 casos recuperados e 3 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, dos quais 2 em Moura e 1 em Amareleja.

Todas as pessoas que tenham realizado teste deverão permanecer no domicílio, cumprindo todas as recomendações de isolamento, até ao contacto da Autoridade de Saúde Pública.

O Serviço Municipal de Proteção Civil recomenda a toda a população que cumpra de forma rigorosa as orientações emanadas pela Direção Geral da Saúde, nomeadamente a higienização frequente das mãos, utilização de máscara e o cumprimento do distanciamento social.

Continue Reading

Portugal

Covid-19 : Dose de reforço disponível em “casa aberta” para mais de 80 anos

A partir de hoje, as pessoas com 80 anos ou mais podem receber a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19 na modalidade de “casa aberta”, segundo o anunciado pelo Direcção-Geral da Saúde.

“A modalidade casa aberta passou hoje a estar disponível para os cidadãos com 80 ou mais anos que cumpram os critérios de elegibilidade para receber a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19”, segundo o comunicado da DGS.

De acordo com o comunicado, até ao momento, cerca de 380 mil pessoas com mais de 80 anos já receberam a segunda dose de reforço, tal como os utentes elegíveis residentes em lares.

Continue Reading

Sociedade

EUA quer baixar a quantidade de nicotina nos cigarros

A agência norte-americana responsável pela regulação e produção de comercialização de equipamentos e alimentos, a Food and Drug Administration (FDA), pretende tornar o tabaco menos viciante e desta forma reduzir o número de fumadores nos Estados Unidos e doenças provenientes do tabagismo. Será estabelecido um limite máximo de nicotina por cigarro.

De acordo com o The New York Times, a agência pretende que as empresas produtoras de tabaco diminuam a quantidade de nicotina existente em cada unidade. Segundo uma análise feita pelo  estudo do Laboratório de Endocrinologia Comportamental da Penn State University, a quantia depende da marca e tipo de cigarro, que pode ir de 7,5 a 13,5 miligramas por cigarro, como mostra a reportagem da CNN Portugal.

“Como os danos relacionados com o tabaco resultam principalmente do vício em produtos que expõem repetidamente os utilizadores a toxinas, a FDA tomaria esta ação para reduzir o vício em certos produtos de tabaco, dando aos utilizadores viciados uma maior capacidade de parar “,lê-se no comunicado emitido pela entidade e divulgado pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos.

De momento, ainda não há um da data prevista, nem se sabe se a medida irá a avançar a curto e médio prazo, contudo a FDA considera urgente reduzir o consumo de tabaco, reduzindo assim também os seus malefícios.

Continue Reading

Portugal

Portugal com 304 casos de Monkeypox

A Direção-Geral da Saúde, confirmou mais sete casos de infeção humana pela doença Monkeypox, também chamada de varíola dos macacos.

De momento, já estão confirmadas 304 infeções, a grande maioria registadas em Lisboa e Vale do Tejo, contudo já há registos de casos nas regiões Norte e Algarve.

Continue Reading

Portugal

Marcelo descarta demissão de Marta Temido

Questionado pelos jornalistas relativamente a uma possível demissão da ministra da Saúde, Marta Temido, justificada pelo insucesso testemunhado nas últimas semanas. Contudo o chefe de Estado descarta a hipótese, afirmando que é uma questão do SNS ” é um problema global da política”, uma situação que não se resolve com a troca de ministros.

Avançando ainda que, o problema não é da pessoa A, da pessoa B, ou da pessoa C “e “nem sequer de um Governo, deste ou de outros”.

“O problema de fundo é estrutural. Se quiser é um bocadinho de haver políticas diferentes entre governos, isto exige uma certa estabilidade de políticas”, explicou.

Esta quarta-feira, a ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou as medidas que visam contornar a falta de médicos no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Tendo Anunciado ainda, em conferência de imprensa a criação de uma comissão de acompanhamento da resposta em urgência de ginecologia/obstetrícia e bloco de partos. 

Continue Reading

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Os Mais Vistos

ÚLTIMAS 48 HORAS