Connect with us

Saúde

Covid-19 : Nova linhagem da Ómicron já é variante em Portugal

Segundo o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), a variante ómicron do coronavírus SARS-CoV-2 apresenta uma nova linhagem, já dominante em Portugal, que aparenta ser mais contagiosa, mas não mais grave.

Em declarações aos jornalistas, João Paulo Gomes, investigador do INSA, questionado acerca do indíce de transmissão desta nova linhagem, afirmou que esta já “terá já ultrapassado os 50 por cento” dos novos casos de infeção.

“Trata-se de uma linhagem mais transmissível e com algumas mutações que são associadas a uma maior capacidade do vírus para infetar e fugir ao sistema imunitário”, conseguindo resistir aos anticorpos potenciados pelas vacinas e pela infeção natural e assim, consequentemente, aumentar a sua expansão.

Continue Reading

Portugal

Covid-19 : Dose de reforço disponível em “casa aberta” para mais de 80 anos

A partir de hoje, as pessoas com 80 anos ou mais podem receber a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19 na modalidade de “casa aberta”, segundo o anunciado pelo Direcção-Geral da Saúde.

“A modalidade casa aberta passou hoje a estar disponível para os cidadãos com 80 ou mais anos que cumpram os critérios de elegibilidade para receber a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19”, segundo o comunicado da DGS.

De acordo com o comunicado, até ao momento, cerca de 380 mil pessoas com mais de 80 anos já receberam a segunda dose de reforço, tal como os utentes elegíveis residentes em lares.

Continue Reading

Sociedade

EUA quer baixar a quantidade de nicotina nos cigarros

A agência norte-americana responsável pela regulação e produção de comercialização de equipamentos e alimentos, a Food and Drug Administration (FDA), pretende tornar o tabaco menos viciante e desta forma reduzir o número de fumadores nos Estados Unidos e doenças provenientes do tabagismo. Será estabelecido um limite máximo de nicotina por cigarro.

De acordo com o The New York Times, a agência pretende que as empresas produtoras de tabaco diminuam a quantidade de nicotina existente em cada unidade. Segundo uma análise feita pelo  estudo do Laboratório de Endocrinologia Comportamental da Penn State University, a quantia depende da marca e tipo de cigarro, que pode ir de 7,5 a 13,5 miligramas por cigarro, como mostra a reportagem da CNN Portugal.

“Como os danos relacionados com o tabaco resultam principalmente do vício em produtos que expõem repetidamente os utilizadores a toxinas, a FDA tomaria esta ação para reduzir o vício em certos produtos de tabaco, dando aos utilizadores viciados uma maior capacidade de parar “,lê-se no comunicado emitido pela entidade e divulgado pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos.

De momento, ainda não há um da data prevista, nem se sabe se a medida irá a avançar a curto e médio prazo, contudo a FDA considera urgente reduzir o consumo de tabaco, reduzindo assim também os seus malefícios.

Continue Reading

Portugal

Portugal com 304 casos de Monkeypox

A Direção-Geral da Saúde, confirmou mais sete casos de infeção humana pela doença Monkeypox, também chamada de varíola dos macacos.

De momento, já estão confirmadas 304 infeções, a grande maioria registadas em Lisboa e Vale do Tejo, contudo já há registos de casos nas regiões Norte e Algarve.

Continue Reading

Portugal

Marcelo descarta demissão de Marta Temido

Questionado pelos jornalistas relativamente a uma possível demissão da ministra da Saúde, Marta Temido, justificada pelo insucesso testemunhado nas últimas semanas. Contudo o chefe de Estado descarta a hipótese, afirmando que é uma questão do SNS ” é um problema global da política”, uma situação que não se resolve com a troca de ministros.

Avançando ainda que, o problema não é da pessoa A, da pessoa B, ou da pessoa C “e “nem sequer de um Governo, deste ou de outros”.

“O problema de fundo é estrutural. Se quiser é um bocadinho de haver políticas diferentes entre governos, isto exige uma certa estabilidade de políticas”, explicou.

Esta quarta-feira, a ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou as medidas que visam contornar a falta de médicos no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Tendo Anunciado ainda, em conferência de imprensa a criação de uma comissão de acompanhamento da resposta em urgência de ginecologia/obstetrícia e bloco de partos. 

Continue Reading

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Os Mais Vistos

ÚLTIMAS 48 HORAS