Connect with us

Portugal

Covid-19: Mais 62.723 pessoas receberam terceira dose em 24 horas

 Mais 62.723 pessoas receberam a terceira dose de reforço da vacina contra a covid-19, nas últimas 24 horas, segundo dados de hoje da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Com a vacinação destas pessoas, Portugal superou hoje 1,5 milhões de doses de reforço administradas, como já tinha anunciado hoje de manhã a DGS.

Em concreto, são 1.530.075 as pessoas que receberam esta “vacinação de reforço”, segundo o relatório diário da vacinação contra a covid-19 da DGS.

Em 24 horas, outras 3.749 pessoas concluíram a “vacinação primária”, ou seja, levaram as primeiras duas doses (ou apenas uma, em alguns casos em que essa situação se aplica).

Ascende agora a 8.596.904 o número total de pessoas que em Portugal fizeram a vacinação primária contra a covid-19 desde que começaram a ser administradas as vacinas, no final de dezembro de 2020.

Receberam doses de reforço da vacina contra a covid-19, até agora, 527.074 idosos com 80 ou mais anos, 511.123 pessoas com idade entre os 70 e os 79 anos e outras 247.125 com 65 a 69 anos.

Em paralelo, nas mesmas 24 horas, foram vacinadas 30.494 pessoas contra a gripe, sendo hoje 2.079.934 os vacinados este ano.

Este domingo começou o primeiro de quatro dias de vacinação para quem tem mais de 50 anos e recebeu a vacina da Janssen, que era apenas de uma dose na fase de vacinação primária.

A vacinação deste grupo prossegue no feriado de 8 de dezembro e nos domingos seguintes, 12 e 19 de dezembro.

A Direção-Geral da Saúde reiterou hoje o apelo à vacinação contra a gripe e contra a covid-19, lembrando que “esta é a melhor forma de proteção dos mais vulneráveis, especialmente nesta altura do ano, em que as temperaturas são mais baixas”.

A covid-19 provocou pelo menos 5.249.851 mortes em todo o mundo, entre mais de 264,78 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.537 pessoas e foram contabilizados 1.166.787 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Lusa

Continue Reading

ÚLTIMAS 24 HORAS