Connect with us

Política

Covid-19: CDS pede demissão de autarca de Reguengos de Monsaraz após toma de vacina

O CDS-PP de Évora pediu hoje a demissão do presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, José Calixto (PS), considerando que a sua vacinação contra a covid-19 foi um “gesto interesseiro” que não dignifica um representante municipal.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Distrital de Évora do CDS-PP considerou que “a única solução é apresentar a demissão de todas as funções políticas que ocupa”, devido ao “acumular de demonstração de incompetência para assumir funções públicas”.

“Não é admissível qualquer argumento ou pedido de desculpas, nada será aceitável perante o gesto interesseiro que foi praticado”, sublinharam os democratas-cristãos de Évora.

Conforme noticiou na semana passada o semanário Expresso na sua página de Internet, o presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz (Évora), José Calixto, eleito pelo PS, já tomou a primeira dose da vacina contra a covid-19, enquanto presidente de uma fundação gestora de um lar.

O autarca, pode ler-se na notícia do Expresso, “foi incluído numa lista de funcionários e utentes a vacinar enviada pelo lar” da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), onde um surto de covid-19, no verão de 2020, provocou a morte de 18 pessoas.

De acordo com o Expresso, “apesar de não se inserir em nenhum dos grupos prioritários para a primeira fase da vacinação”, o autarca “conseguiu contornar os critérios definidos pelo Governo e pelas autoridades de saúde por ser presidente da fundação que gere o lar”.

No comunicado, o CDS-PP de Évora realçou que o presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz foi vacinado “quando não é suposto pertencer a nenhum grupo de risco”, e num momento em que o país vive “o pior momento da pandemia” e quando se torna “fundamental a vacinação daqueles que são mais frágeis”.

“Com esta atitude, está a subtrair um bem escasso, como é a vacina, a um dos seus próprios munícipes ou a quem dela mais necessita”, referiu a estrutura partidária, salientando que a atitude “nada dignifica quem representa a população de Reguengos de Monsaraz”.

Na sexta-feira, a FMIVPS justificou a vacinação do autarca e também presidente da instituição por ser uma das pessoas que têm “contacto regular direto com os utentes” do lar.

A instituição explicou então ter indicado para serem vacinados “todos os utentes, funcionários, administrativos, técnicos e dirigentes que têm contacto regular direto com os utentes”, em “obediência às indicações recebidas pelas autoridades de saúde e da segurança social”.

Também na sexta-feira, numa resposta à Lusa, o Ministério da Saúde esclareceu que a decisão sobre as pessoas a incluir na lista de funcionários e utentes dos lares de idosos para a vacinação contra a covid-19 pertence a cada estabelecimento.

Lusa

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

Advertisement

Últimas

Portugal9 segundos ago

5G: Tecnologia pode ser aplicada a tudo: da saúde à arte e até ao Espaço

Um “estímulo à investigação”, o 5G permite criar aplicações para tudo, da saúde ao automóvel, passando pela indústria, até pela...

Portugal31 minutos ago

Covid-19: Governo aprova 19,8 milhões para testes rápidos nas escolas e no setor social

O Conselho de Ministros aprovou hoje uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização...

Portugal2 horas ago

Jovem encontrado morto em casa na Figueira da Foz

Um jovem foi encontrado morto em casa esta madrugada em Vila Verde, no concelho da Figueira da Foz, no distrito...

Portugal4 horas ago

Pedro Nuno Santos diz que PS não se pode comportar como se tivesse maioria absoluta

O dirigente socialista Pedro Nuno Santos defendeu hoje que o PS não se pode comportar como se tivesse maioria absoluta,...

Portugal4 horas ago

Portugal pode aproveitar tensão Pequim/Camberra para exportar mais vinho para China

O presidente da Associação Comercial Internacional para os Mercados Lusófonos (ACIML) disse hoje à Lusa que Portugal pode aproveitar a...

Portugal5 horas ago

Sonae passa a deter 80% da Sonae Sierra após compra de ações da Grosvenor por 82 ME

A Sonae vai reforçar a sua posição na Sonae Sierra para 80%, após a compra das ações da Grosvenor por...

Groundforce Groundforce
Portugal5 horas ago

Estado tem “dever de salvaguardar” direitos dos trabalhadores da Groundforce

A Comissão de Trabalhadores (CT) da Groundforce defendeu hoje que o Estado tem o “dever de salvaguardar” os direitos dos...

Portugal6 horas ago

Igualdade e queixas da pandemia reuniram centenas de pessoas em protesto no Porto

Várias centenas de pessoas responderam hoje ao apelo do Movimento Democrático das Mulheres (MDM) manifestando-se, no Porto, a favor da...

Portugal7 horas ago

JP elege Francisco Camacho como novo líder que promete mobilização para as autárquicas

O Congresso Nacional da Juventude Popular (JP), realizado online, elegeu hoje o candidato único Francisco Camacho como novo presidente, que...

Portugal7 horas ago

Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República vai ter mais de 60% de mulheres nas suas casas Civil e Militar no segundo mandato,...

Portugal7 horas ago

MAI impõe números mínimos de mulheres nas forças de segurança pela igualdade de género

 Ministério da Administração Interna vai incluir nas regras de recrutamento em 2021 indicadores mínimos de 15% de mulheres na incorporação...

Portugal13 horas ago

Covid-19: Visitas aos utentes dos lares em Moura vão ser retomadas segunda-feira

As visitas aos utentes dos lares de idosos do concelho de Moura (Beja) vão ser retomadas a partir de segunda-feira,...

+ popular

%d bloggers like this: