Connect with us

Portugal

CDS aposta nos maiores distritos e em campanha de rua

A campanha eleitoral do CDS vai apostar em ações de rua, visitas a mercados, almoços e jantares, com o líder, Francisco Rodrigues dos Santos, a marcar presenças em todos os distritos e várias vezes em Lisboa e Porto.

De acordo com fonte oficial do CDS-PP, a volta nacional “passará por todos os distritos do continente, sendo que Lisboa, Porto, Braga e Aveiro terão a presença do líder do partido mais do que uma vez”.

Não está prevista, no entanto, a deslocação de Francisco Rodrigues dos Santos aos arquipélagos da Madeira e dos Açores, de acordo com o programa provisório disponibilizado aos jornalistas.

A campanha centrista terá uma média de três ações por dia, “essencialmente de rua, em feiras e mercados”, mas estão previstos também almoços e jantares com intervenções do líder, “condicionados à evolução da pandemia”, explicou à Lusa fonte oficial do CDS-PP.

O líder centrista arranca a volta nacional no primeiro dia de campanha oficial, no domingo, com ações nos distritos de Leiria, Santarém e Castelo Branco.

O dia começa com uma visita a uma feira tradicional, seguido de ações na praça de touros de Santarém e nas docas de Castelo Branco.

Na segunda-feira, a caravana centrista passa por Portalegre e está previsto um almoço com intervenção do presidente do partido, em Évora.

Depois, Francisco Rodrigues dos Santos ruma a Lisboa para participar à noite no debate da RTP com todos os partidos com assento parlamentar.

O dia seguinte arranca no distrito de Lisboa, com uma visita ao Tagus Park, em Oeiras, e continua para Beja, terminando em Albufeira, distrito de Faro, com um jantar-comício.

Na quarta-feira, dia 19, o CDS arranca a campanha em Setúbal, com a visita a um mercado e um almoço, seguindo depois para Lisboa, onde está previsto um encontro com jovens e um jantar.

No dia seguinte, a volta nacional do CDS passa por Leiria, para um contacto com a população, por Coimbra, e está previsto um jantar com intervenção do presidente no distrito de Aveiro.

A sexta-feira será dedicada ao distrito do Porto e o sábado a Braga e Viana do Castelo, onde a caravana vai visitar um mercado, contactar com a população e jantar em Ponte de Lima, um dos municípios presididos pelo CDS-PP.

No domingo, 23, o dia arranca no distrito de Vila Real, na Feira do Fumeiro, em Montalegre, e à tarde a caravana volta ao Porto.

O dia seguinte, no arranque da segunda semana de campanha oficial para as legislativas de 30 de janeiro, será dedicado aos distritos da Guarda, Bragança e Viseu, para uma visita ao mercado, contacto com a população e um jantar.

Na terça-feira, o presidente do CDS-PP regressa ao distrito do Porto e na quarta-feira a Aveiro.

Para quinta-feira, dia 27, está prevista uma visita à Feira de Barcelos, na segunda passagem pelo distrito de Braga, e mais ações no Porto, ainda não especificadas.

A campanha do CDS-PP encerra na sexta-feira, em Lisboa, estando previsto que Francisco Rodrigues dos Santos esteja o dia todo no círculo pelo qual é cabeça de lista.

Em 2019, o CDS elegeu cinco deputados – dois por Lisboa, um pelo Porto, um por Braga e um por Aveiro.

Francisco Rodrigues dos Santos estabeleceu como objetivo para estas legislativas o partido crescer e eleger mais deputados do que há dois anos.

Entre as bandeiras dos centristas nesta campanha estão a defesa da liberdade de escolha na saúde, uma descida dos impostos para cidadãos e empresas, a privatização da TAP, o combate à corrupção, evitar a regionalização ou mais segurança dos cidadãos, entre outras, adiantou a fonte oficial.

O CDS quer também passar a mensagem de que um voto no partido “é um voto que conta para a formação de um eventual governo de centro-direita”, com o PSD, um voto “útil e seguro” e não “um voto desperdiçado, ao contrário dos votos em partidos populistas de protesto que nunca somarão para uma maioria que suporte um executivo de direita e, portanto, serão inúteis”, acrescentou a mesma fonte.

Lusa

Continue Reading

Portugal

O postal ganhou vida,touros e Campinhos voltam a atravessar a Ponte Marechal Carmona

A tradição volta a Vila Franca, 70 anos depois

“”90 anos de emoção” foi o mote da celebração dos 90 anos do colete encarnado. Uma festa , que se orgulha de de ser uma das maiores e mais emblemáticas do Ribatejo, as esperas, largadas, corridas de touros, espetáculos musicais e a hospitalidade das tertúlias que atraem milhares de pessoas às ruas de Vila Franca.

Hoje, último dia do colete, a habitual espera de toiros, trouxe consigo uma novidade, para muitos, e uma lembrança para alguns.

Há ainda quem tenha memória dos tempos em que o gado vinha da Lezíria, hoje dia 3 de julho, dia de colete encarnado, o postal ganhou vida, 70 anos depois, touros e campinhos voltam a atravessar a Ponte Marechal Carmona, um momento único onde o passado e o presente se cruzam e da festa se futuro.

Continue Reading

Portugal

Morreu o padre Vaz Pinto, antigo Alto Comissário para as Migrações

Arquivos RTP

Esta sexta-feira, morreu o padre António Vaz Pinto, aos 80 anos no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, segundo o avançado pela Companhia de Jesus.

Desde 8 de junho, que António Vaz Pinto estava internado no Hospital de Santa Maria, onde veio a falecer, na sequência de uma infeção pulmonar, como mostra a reportagem da CNN Portugal.

Padre, jesuíta e Alto Comissário para as Migrações e Minorias Étnicas, no período entre 2002 e 2005.

Segundo a Província Portuguesa da Companhia de Jesus, António Vaz Pinto, é recordado como um homem com “uma vida cheia e intensa”, tendo sido ” responsável pela criação e implementação de várias obras da Companhia de grande impacto apostólico”.

“O padre António Vaz Pinto tinha celebrado há dias os seus 80 anos e, aparentemente, encontrava-se bem, tendo festejado o seu aniversário na companhia de muitos familiares e amigos e num ambiente festivo. Contudo, o seu estado de saúde já era grave e três dias depois acabou por ser encaminhado de Évora, onde residia, para um hospital em Lisboa, tendo o seu estado agravado muito rapidamente”, pode ler-se na nota publicada pelos jesuítas no Ponto SJ, portal da companhia de Jesus.

Continue Reading

Portugal

“Adormecemos com três aeroportos, acordámos com zero”, diz Manuela Ferreira Leite

© Jorge Amaral/Global Imagens

Nas últimas 48 horas o despacho publicado no Diário da República, relativos ao futuro das infraestruturas aeroportuárias lisboetas, o qual foi revogado na passada quinta-feira, confirmou-o o primeiro-ministro, como mostra a reportagem da CNN Portugal.

Manuela Ferreira Leita, no seu habitual espaço de comentário na CNN Portugal, considerou esta quinta-feira relativamente ao despacho e à não demissão de Pedro Nuno Santos, que tratou de um dia “emotivo, porque adormecemos com três aeroportos e acordamos com 0, acordamos com um primeiro-ministro demitido e hoje vamos adormecer com um primeiro-ministro absolutamente vencido”.

Avança ainda que, Costa não tinha outra forma digna de lidar com o sucedido, que não fosse demitir o ministro, contudo foi algo que o chefe do Governo não fez, “não sabemos porquê, não sabemos quais são as histórias mal contadas (…) , provavelmente no meio desta má comunicação entre um ministro e um primeiro ministro, existem provavelmente problemas de natureza partidária”, problemas esses que infelizmente estão a ser transferidos para o Governo.

Continue Reading

Portugal

Angel Merkel sucessora de Jorge Sampaio na presidência de Prémio Gulbenkian

Sucedendo a Jorge Sampaio, a ex-chanceler alemã irá assumir o cargo de presidente do júri do Prémio Gulbenkian para a Humanidade, desde que saiu do poder este é o prémio cargo de Merkel.

No outono a ex-chanceler irá assumir o cargo, um ano depois de ter deixado a política alemã, segundo o confirmado pelo porta voz de Merkel, como mostra a reportagem da CNN Portugal.

16 anos foi o período em que Ângela Merkel esteve no poder, a presidir o governo, cargo que abandonou em dezembro de 2021.

No valor de 1 milhão de euros, o Prémio Gulbenkian para a Humanidade é concedido anualmente, na primeira edição em 2020 ao prémio foi atribuído a Greta Thunberg e m 2021 ao Global Covenant of Mayors em 2021.

Continue Reading

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Os Mais Vistos

ÚLTIMAS 48 HORAS