Connect with us

Política

Catarina Martins manifesta preocupação com capacidade do Serviço Nacional de Saúde

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, manifestou-se hoje preocupada com a capacidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS), insistindo na necessidade de “chamar o setor privado e social às suas responsabilidades”.

“Se a todos nós é pedida contenção nos contactos para tentarmos proteger o país, o SNS está sob uma enorme pressão, o Governo recuou até nos termos sobre a requisição do setor privado da saúde e não creio que seja possível responder a tudo o que é prioritário no país, do ponto de vista da saúde, covid e não covid, sem chamar o setor privado e o setor social às suas responsabilidades”, afirmou Catarina Martins.

Em declarações aos jornalistas, à margem de uma reunião com um grupo de trabalhadores e ativistas sindicais da Central Termoelétrica de Sines, que encerrou esta sexta-feira, a líder do Bloco de Esquerda defendeu que esta é uma “medida que tem tardado”.

“Bem sei que há quem ache que o Estado Português deve garantir os lucros do negócio da saúde no meio da pandemia, isso seria errado, mas requisitar a capacidade instalada no setor social e no setor privado para que todos os tratamentos prioritários, covid e não covid, continuem no país, parece-me que é uma medida que tem tardado e é uma pena que o Governo ainda não tenha dado nenhum passo nesse sentido”, sublinhou.

Sobre o confinamento geral decretado pelo Governo, Catarina Martins, disse “esperar que seja compreendido e que possa ter efeitos concretos”.

“Toda a gente tem muitas dúvidas, vivemos um período muito complicado, seguramente as decisões também são difíceis de tomar, tem de haver um apelo para que o que foi decidido seja implementado, nomeadamente, no teletrabalho sempre que é possível, no dever de confinamento geral para evitarem contactos” frisou.

No entender da líder do Bloco de Esquerda, o apelo estende-se igualmente aos “apoios sociais e à economia para que as pessoas aguentem este novo confinamento” geral.

“Há trabalhadores e setores da economia penalizados há muitos meses, dez meses. Se no início tinham alguma reserva que os aguentou, neste momento, já não têm nada e a celeridade é tudo”, reforçou.

Quanto às medidas anunciadas na quinta-feira pelo ministro da Economia, a deputada do Bloco de Esquerda entende que o Governo “reconheceu alguns dos erros que o BE chamou a atenção no Orçamento do Estado (OE)” para este ano.

“O Governo reconheceu alguns dos erros que o Bloco de Esquerda chamou a atenção e acaba por anunciar implementar os apoios que quis negar no OE. Julgo que reconhece que tínhamos razão, e ainda bem, mas não percebemos exatamente quando vão ser implementados porque a urgência das pessoas é muita”, reforçou.

Questionada sobre possíveis convergências ou entendimentos à esquerda para o próximo OE, Catarina Martins, disse que “uma das maiores criticas que o BE fez e uma das incapacidades de entendimento foi o facto de o Orçamento de Estado para este ano tirar o apoio a pessoas que tinham apoio o ano passado”.

“Não podíamos ter um orçamento que retirava apoio social a trabalhadores, numa altura em que a crise continua tão aguda e esse apoio é tão necessário. Ontem [quinta-feira] o que o ministro da Economia veio anunciar é que vai repor esse apoio que o BE sempre defendeu para os trabalhadores que perderam rendimento. Ainda não li como vai funcionar mas registo como um bom sinal que o Governo tenha reconhecido o erro do OE e o esteja a tentar corrigir”, concluiu.

Lusa

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

Advertisement

Últimas

Portugal9 segundos ago

5G: Tecnologia pode ser aplicada a tudo: da saúde à arte e até ao Espaço

Um “estímulo à investigação”, o 5G permite criar aplicações para tudo, da saúde ao automóvel, passando pela indústria, até pela...

Portugal31 minutos ago

Covid-19: Governo aprova 19,8 milhões para testes rápidos nas escolas e no setor social

O Conselho de Ministros aprovou hoje uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização...

Portugal2 horas ago

Jovem encontrado morto em casa na Figueira da Foz

Um jovem foi encontrado morto em casa esta madrugada em Vila Verde, no concelho da Figueira da Foz, no distrito...

Portugal4 horas ago

Pedro Nuno Santos diz que PS não se pode comportar como se tivesse maioria absoluta

O dirigente socialista Pedro Nuno Santos defendeu hoje que o PS não se pode comportar como se tivesse maioria absoluta,...

Portugal4 horas ago

Portugal pode aproveitar tensão Pequim/Camberra para exportar mais vinho para China

O presidente da Associação Comercial Internacional para os Mercados Lusófonos (ACIML) disse hoje à Lusa que Portugal pode aproveitar a...

Portugal5 horas ago

Sonae passa a deter 80% da Sonae Sierra após compra de ações da Grosvenor por 82 ME

A Sonae vai reforçar a sua posição na Sonae Sierra para 80%, após a compra das ações da Grosvenor por...

Groundforce Groundforce
Portugal5 horas ago

Estado tem “dever de salvaguardar” direitos dos trabalhadores da Groundforce

A Comissão de Trabalhadores (CT) da Groundforce defendeu hoje que o Estado tem o “dever de salvaguardar” os direitos dos...

Portugal6 horas ago

Igualdade e queixas da pandemia reuniram centenas de pessoas em protesto no Porto

Várias centenas de pessoas responderam hoje ao apelo do Movimento Democrático das Mulheres (MDM) manifestando-se, no Porto, a favor da...

Portugal7 horas ago

JP elege Francisco Camacho como novo líder que promete mobilização para as autárquicas

O Congresso Nacional da Juventude Popular (JP), realizado online, elegeu hoje o candidato único Francisco Camacho como novo presidente, que...

Portugal7 horas ago

Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República vai ter mais de 60% de mulheres nas suas casas Civil e Militar no segundo mandato,...

Portugal7 horas ago

MAI impõe números mínimos de mulheres nas forças de segurança pela igualdade de género

 Ministério da Administração Interna vai incluir nas regras de recrutamento em 2021 indicadores mínimos de 15% de mulheres na incorporação...

Portugal13 horas ago

Covid-19: Visitas aos utentes dos lares em Moura vão ser retomadas segunda-feira

As visitas aos utentes dos lares de idosos do concelho de Moura (Beja) vão ser retomadas a partir de segunda-feira,...

+ popular

%d bloggers like this: