Connect with us

Política

Câmara de Vila Viçosa alerta que corte da EN254 implica “graves prejuízos”

A Câmara de Vila Viçosa (Évora) alertou hoje para os “graves prejuízos” sociais e económicos decorrentes do corte ao trânsito de um troço da Estrada Nacional (EN) 254, junto de uma pedreira, e reclamou alternativas adequadas.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o município considerou que, face à interrupção do trânsito na EN254 e a interdição da circulação de veículos pesados na EN255, entre Vila Viçosa e Pardais, é necessário encontrar soluções “com a máxima urgência”.

A câmara reforçou, defendendo a necessidade de existirem alternativas para que estas alterações rodoviárias, concretizadas hoje pela empresa Infraestruturas de Portugal (IP), possam “causar os menores prejuízos ao concelho e à região”.

Na quarta-feira, em declarações à Lusa, fonte oficial da IP anunciou o corte definitivo ao trânsito da EN254 junto a Bencatel, no concelho de Vila Viçosa, a partir de hoje, por questões de segurança, devido à proximidade de uma pedreira.

A mesma fonte revelou esta decisão está relacionada com a proximidade daquela estrada da pedreira “Monte d’el Rei”, que tem cerca de “134 metros de profundidade” e que se encontra a cerca de 30 metros da via, quando devia estar “a mais de 400 metros”.

A IP, que disse estar, juntamente com a câmara, a tentar “encontrar uma solução” alternativa para a circulação entre Vila Viçosa e Bencatel, indicou que, a partir de hoje, a alternativa de circulação para veículos ligeiros deve ser a EN255.

Já a EN381, entre a EN4 e a vila de Redondo, é indicada pela IP como percurso alternativo dos pesados, durante as próximas duas semanas, enquanto não for feita uma intervenção na EN255.

O Comando Territorial de Évora da GNR, através da sua página na rede social Facebook, revelou hoje que o troço da EN254 entre Bencatel e Vila Viçosa, foi, “durante esta manhã”, cortado ao trânsito de forma definitiva, pela IP.

No comunicado divulgado hoje, a câmara disse ter tomado conhecimento da decisão da IP, tanto em relação à EN254, como quanto “à interdição de tráfego pesado” no troço EN255 “entre Vila Viçosa e Pardais”, através de correio eletrónico, na quarta-feira à tarde.

Em reuniões com a IP, “a câmara municipal sempre afirmou ser fundamental manter os elevados níveis de segurança rodoviária nos locais referidos”, mas alertou que o corte da EN254 e a interdição do trânsito de pesados na EN255, “sem alternativas adequadas, se reveste de graves prejuízos sociais para as populações e económicos para as empresas do concelho e da região”, pode ler-se no comunicado.

O município lamentou que “a interdição surja como um facto consumado, sem a apresentação de alternativas que não obriguem a multiplicar a distância a percorrer entre Vila Viçosa e Bencatel” e, no caso dos pesados, “entre Vila Viçosa e Alandroal”.

Como se tratam de estradas nacionais, exigiu, cabe à IP “encontrar as soluções e alternativas” para que a circulação rodoviária “seja efetuada com elevados índices de segurança e na distância mais curta, mantendo os níveis de proximidade atual”.

A câmara manifestou disponibilidade “para colaborar na resolução da grave situação atual”, quanto à EN254, e reclamou que a IP, no caso da EN255, “tome medidas junto do proprietário da pedreira que motiva a interdição da via, no sentido de serem criadas as necessárias condições de circulação e segurança no local”.

Lusa

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

Advertisement

Últimas

Economia2 horas ago

Portugal sobe quatro lugares e torna-se o 26.º país mais atrativo para trabalhar

Portugal foi eleito o 26.º destino mais atrativo para trabalhadores estrangeiros em 2020, uma subida de quatro posições, face a...

Economia2 horas ago

Restauração quer prolongamento das moratórias e dos planos de amortização

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defende um prolongamento das moratórias até 30 de junho de...

Sociedade3 horas ago

Portugueses no estrangeiro já podem receber o cartão de cidadão em casa

Os postos e secções consulares portugueses no estrangeiro já podem enviar o cartão de cidadão para casa dos portugueses no...

Portugal3 horas ago

Governo prevê prolongar prazo para limpeza de terrenos pelos proprietários até 15 de maio

O Governo irá prorrogar o prazo de limpeza de terrenos pelos proprietários até 15 de maio, considerando as condições meteorológicas e o...

Sociedade3 horas ago

Sindicato alerta para possibilidade de 1.800 enfermeiros serem despedidos

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) enviou uma carta ao primeiro-ministro e à ministra da Saúde sobre o possível despedimento...

Saúde3 horas ago

Açores com dois novos casos em São Miguel e cinco recuperações

Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, dois novos casos de covid-19 em São Miguel, no concelho da Ribeira Grande,...

Saúde4 horas ago

Portugal com 28 mortes nas últimas 24 horas, o valor mais baixo desde outubro

Portugal registou hoje 28 mortes relacionadas com a covid-19, o valor mais baixo desde 27 de outubro, e 830 novos...

Portugal7 horas ago

Portugal vai ter exposição e nove debates na Bienal de Arquitetura de Veneza

A representação oficial portuguesa para a Bienal de Arquitetura de Veneza 2021 vai apresentar uma exposição e nove debates, divididos...

tempo tempo
Economia9 horas ago

Chuvas de inverno deixam Algarve com água para dois anos

As reservas de água para abastecimento público no Algarve registaram um “aumento significativo” devido à chuva dos últimos meses e...

Educação10 horas ago

Ensino à distância 2.0 está melhor, mas longe de substituir presencial

Os diretores escolares e as famílias fazem um balanço positivo do ensino à distância, imposto pela pandemia de covid-19, reconhecendo...

Portugal11 horas ago

Há cerca de 1,5 milhões de armas legais em Portugal

Em Portugal existem cerca de 1,5 milhões de armas legais, sendo a maioria carabinas e espingardas destinadas à caça, revelam...

Sociedade11 horas ago

Presidente da República evoca a memória das 59 vítimas mortais

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou hoje, passados 20 anos, a memória das 59 vítimas mortais da...

+ popular

%d bloggers like this: