Siga-nos nas redes sociais

Alentejo Litoral

Câmara de Grândola leva investidores a reduzir número de camas turísticas e a comprometerem-se a proteger recursos hídricos 

O Município de Grândola reuniu com os Promotores dos Empreendimentos Turísticos das áreas programadas da faixa costeira, com o intuito de sensibilizar os mesmos para a necessidade de repensarem os seus projetos, com vista à redução do número de camas turísticas, bem como à implementação de medidas que contribuam para o crescimento sustentável da região, em respeito pela população, a natureza e o ambiente.

A participação e os importantes contributos de todos os presentes, revelaram-se unanimes, resultando num compromisso conjunto, com vista à redução significativa do número de camas turísticas, bem como à defesa dos recursos hídricos e à implementação de soluções de dessalinização da água do mar, para utilização das regas dos campos de golfe e áreas verdes.

O presidente da Câmara Municipal de Grândola salientou a importância da reunião e dos consensos estabelecidos: “O investimento turístico e imobiliário tem de ser assente no crescimento sustentável do nosso concelho, por forma a beneficiar os munícipes e a sua qualidade de vida, tem de respeitar o ambiente, os recursos hídricos, a paisagem e prevenir os riscos das alterações climáticas.

Revelámos aos promotores turísticos as nossas prioridades e preocupações a aceitação foi plena. Todos garantiram que tudo farão para o desenvolvimento sustentável do concelho de Grândola”.

A autarquia esclarece que, a redução do número de camas turísticas irá aplicar-se aos Empreendimentos Turísticos, que se encontram em fase de construção ou em processo de licenciamento, abrangidos por áreas programadas em Planos Territoriais de Âmbito Municipal aprovados antes da entrada em vigor do Plano Regional de Ordenamento do Território do Litoral Alentejano (PROTA – 2010).

Atualmente, está em curso e em fase de finalização o processo de alteração do Plano Diretor Municipal, aprovado em Assembleia Municipal, o qual irá definir regras mais apertadas para o investimento turístico e imobiliário.

Portugal

Longueira recebe final da 7ª Taça Concelhia de BTT de Odemira

A Freguesia de Longueira/Almograve vai receber, no dia 16 de outubro, a 4ª prova e final da Taça Concelhia de BTT, com a realização da 12ª prova “Entre o Rio e o Mar”.

A organização pertence à Associação Cultural, Recreativa e Desportiva da Longueira / Secção de BTT Os Duraizos, com o apoio do Município de Odemira e da Junta de Freguesia de Longueira/Almograve. A prova terá dois percursos (com 30 km e 70 km) em paisagens entre o litoral e o vale do rio Mira. Os interessados em participar devem efetuar as inscrições diretamente na plataforma apedalar.pt

No final da 7ª Taça Concelhia de BTT serão atribuídos prémios monetários aos primeiros classificados masculinos e femininos, bem como às melhores equipas. A classificação final é estabelecida pelo somatório dos pontos conquistados nas várias provas.

Após dois anos de interregno, a Taça Concelhia de BTT promovida pelo Município de Odemira e por clubes locais regressou aos trilhos do concelho, com quatro provas entre março e outubro, para afirmar Odemira como território de excelência para a prática do BTT ao nível turístico, lazer e competição.

A primeira prova decorreu no dia 27 março, com a 5ª “Maratona do SW” promovida pelo Clube BTT de Odemira. No dia 10 julho, a segunda prova da Taça esteve a cargo do Grupo Desportivo e Recreativo de Amoreiras-Gare, com 14ª “Rota do Medronho”. No dia 25 setembro decorreu a 3ª prova com a 10 ª edição da “Desenferruja Canelas”, dinamizada pela Associação de Vale Bejinha e Carrasqueira. Os vencedores da Taça concelhia serão conhecidos no dia 16 outubro após os resultados conquistados na 12ª prova “Entre o Rio e o Mar”, na Longueira.

Continuar a ler

Portugal

Semana Gastronómica do medronho e mel no concelho de Odemira

Medronho e Mel e são os ingredientes em destaque na Semana Gastronómica que irá decorrer no concelho de Odemira entre os dias 15 e 23 de outubro, com a participação de diversos restaurantes e com o objetivo de promover dois dos produtos locais com maior qualidade e tradição.

A iniciativa contará com a participação dos restaurantes “Pátio Alentejano”, “HS Milfontes – Restaurante Panorâmico”, “Porto das Barcas”, “Tasca do Celso” e “Alento”, da pastelaria “Pão, Café e Companhia” e das gelatarias “MABI” e “San Pietro” em Vila Nova de Milfontes, da cafetaria “Pôr do Sol” e dos restaurantes “Costa Alentejana” e “Sol Dourado” em Zambujeira do Mar, do restaurante “Sabores e Mar” em Almograve e dos restaurantes “O Tarro” e “O Escondidinho do Poço” em Odemira

Nas ementas estarão as mais variadas propostas de pratos, petiscos e sobremesas aromatizados com medronho e mel.

O concelho de Odemira tem bastante tradição na produção de medronho e de aguardente à base de medronho, com grande qualidade. Também o mel tem significativa produção local, sendo apontado como um mel de elevada qualidade. Ambos os produtos são considerados como estratégicos para o desenvolvimento e dinamismo económico do concelho.

Continuar a ler

Portugal

Colisão entre veículo ligeiro e motociclo faz um morto em Grândola

Esta noite, um homem de 35 anos morreu, na sequência de uma colisão entre um veículo ligeiro e um motociclo em Grândola, a notícia é avançado pelo CM.

O alerta para o acidente que ocorreu no ICI sentido Norte-Sul, em Grândola, foi dado às 19h08.

Nas operações de socorro estiveram envolvidos 11 operacionais, apoiados por quatro veículos.

Continuar a ler

Alentejo Litoral

Câmara Municipal de Alcácer do Sal apoia regresso às aulas

O regresso às aulas das crianças e jovens do concelho está a ser apoiado pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal, que prevê investir mais de 163 mil euros na área da Educação no ano letivo de 2022/2023. 

No ano escolar que agora se inicia, além da oferta de cadernos de atividades e mochilas ao 1.º ciclo do ensino básico (a decorrer esta semana) a autarquia prevê assegurar o transporte de 393 alunos, do pré-escolar ao 12.º ano, através de circuitos especiais e de transportes públicos, por via do carregamento de passes.  

O Município oferece também vales para a aquisição de material escolar a cerca de centena e meia de crianças do ensino pré-escolar da rede pública e do 1.º ciclo do ensino básico, um investimento estimado em 7.400,00 euros. Às alunas e alunos integrados no escalão A do 1.º ciclo é entregue um vale no valor de 40 euros, sendo de 20 euros para os do pré-escolar com o mesmo escalão. Às crianças inseridas no escalão B é dado um vale no valor de 20 euros para o 1.º ciclo e de 10 euros para o mesmo escalão no pré-escolar.  

Entre outros apoios disponibilizados pela Câmara Municipal contam-se ainda o apoio às refeições, as Atividades de Animação e Apoio à Família, a Componente de Apoio à Família, a atribuição de bolsas de estudo no Ensino Superior e a distinção com Prémios Municipais de Mérito Escolar. 

Continuar a ler

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

ÚLTIMAS 48 HORAS