Connect with us

Sociedade

Ampliação da Biblioteca Municipal do Porto vai triplicar capacidade de depósito

O projeto de requalificação e ampliação da Biblioteca Municipal do Porto vai permitir triplicar a capacidade de depósito, tendo um custo estimado de 17 milhões de euros, foi hoje revelado.

O programa-base do projeto, assinado pelo arquiteto Eduardo Souto Moura, foi apresentado na reunião do executivo desta manhã onde foram dados a conhecer, pela voz do autor, os detalhes do projeto, que sofreu um atraso por conta da pandemia de covid-19.

O vencedor do Prémio Pritzker (mais importante galardão de arquitetura) que, em 1994, foi o responsável pela obra da biblioteca infantil e do auditório da BPMP, foi convidado pela autarquia para projetar a empreitada de requalificação e ampliação da Biblioteca Pública Municipal do Porto (BPMP), projeto que foi retomado em 2017, pelo atual executivo municipal.

O avanço do projeto esteve, contudo, condicionado, cerca de nove meses, à decisão do Tribunal de Contas, que considerava existirem “direitos de autor” passados e defendia o lançamento de um concurso público, por oposição a um ajuste direto.

De acordo com Souto Moura, o seu gabinete, está já, neste momento, a fazer o estudo prévio, materializando as opções técnicas, para que possa ser possível ter um orçamento “mais rigoroso”.

No orçamento municipal, estão inscritos para esta obra cerca de 12 milhões de euros, valor já ultrapassado nesta primeira estimativa.

Com custo estimado de cerca de 17,2 milhões de euros, o arquiteto admitiu, no entanto, que este valor possa ter que vir a ser ajustado, face ao aumento de cerca de 30% do preço dos materiais de construção.

“Só o alumínio, que pretendo utilizar aumentou 70%”, disse, indicando que a ampliação representa uma área de 54 quilómetros de depósito.

Ao executivo liderado pelo independente Rui Moreira, o autor explicou que o projeto de arquitetura procura resolver o défice de espaço de armazenamento de livros e de outro tipo de espólio, estando prevista a construção de “uma torre”, que aproveitará o espaço em altura.

Está ainda projetada uma ampliação para as traseiras do edifício principal, voltado para o Jardim de São Lázaro, e a demolição e construção de algum edificado que, no passado, foi acrescentado nas traseiras da biblioteca. Nesta área, explicou, há a possibilidade de o novo edifício “poder crescer mais dois pisos”.

Está ainda projetada “uma galeria técnica à volta de toda a biblioteca”; uma área para entrada de camiões e monta-cargas, com um posto de desinfeção dos livros; um espaço para o Gabinete de Som do Museu da Cidade e uma cafetaria. Quanto aos claustros, esta é uma solução que ainda não está fechada.

Para Souto Moura, este projeto de arquitetura altera também a qualidade da própria vivência da biblioteca, tornando menos “austera”, com fluidez na circulação dos percursos, numa aproximação ao conceito das bibliotecas contemporâneas.

Num comentário ao programa base, Rui Moreira sublinhou que a intervenção vem resolver problemas antigos, permitindo à biblioteca desempenhar de forma a sua tarefa de forma adequada, ao mesmo tempo que a transforma num sítio de “permanência” devido ao conjunto de atividades que vão poder ser realizadas.

A requalificação e ampliação da BPMP irá permitir “uma melhor fruição e melhores condições a quem lá trabalha”, acrescentou o autarca que considera que o executivo ainda vai tempo de retificar o valor inscrito no orçamento municipal para esta obra.

Pelo PS, Manuel Pizarro declarou o apoio do socialista à requalificação daquele equipamento, independentemente do ciclo político” que venha a seguir.

O vereador antecipou, contudo, que o custo final da obra possa ser superior a 20 milhões de euros.

Também para o social-democrata Miguel Seabra, que substituiu o vereador Álvaro Almeida, o custo parece ser “bastante conservador”, em face dos preços de construção. Contudo, considera, que o custo/benefício é justificado para este investimento.

Já Ilda Figueiredo, vereadora da CDU, lamentou o tempo perdido desde 2003, altura em que o projeto de requalificação foi suspenso, considerando fundamental o aumento da capacidade instalada.

Em resposta à questão levantada pela socialista Odete Patrício, Eduardo Souto de Moura estimou que o tempo de execução da obra em cerca de três anos.

Lusa

Continue Reading

Portugal

Avô deixa mensagem a netos que não vê há mais de cinco anos

© Pedro Luís Silva / O MINHO

“Afonso / Miguel / Abraço / Avô Manel” . É esta a frase espalhada ao longo das paredes e da Estrada Nacional 103, que faz ligação de Barcelos e Viana do Castelo, mensagem que não passa despercebida aos olhares atentos de quem lá passa, segundo o avançado pelo O MINHO.

A frase foi deixada por um avô, residente em Barcelos, que não vê os netos há mais de cinco anos, uma vez que estes vivem na Suíça e há um desentendimento com o filho, o pai das crianças.

Segundo o mesmo jornal o avô Manuel sabia que as crianças estavam de férias na zona e decidiu deixar uma mensagem, para os netos saberem que não estão esquecidos e se lembrarem do avô.

Continue Reading

Portugal

Jovem de 19 anos morre em acidente de mota que tinha comprado no dia anterior

Esta madrugada, um jovem de 19 anos morreu num despiste de moto na A1 zona do Fontão em Albergaria-a-Velha, segundo o avançado pelo CM.

De acordo com o mesmo jornal, o sinistro ocorreu por volta da 1h00 no sentido Norte/Sul. O jovem tinha comprado a mota na tarde de terça-feira na zona Porto e dirigia-se a casa em Lisboa.

Tudo indica que terá perdido o controlo da moto, tendo sido projetado para o interior do separador onde foi encontrado já sem vida pelos Bombeiros de Albergaria-a-Velha e equipa da da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Aveiro.

O óbito foi declarado no local e o corpo transportado para Gabinete de Medicina Legal de Aveiro, onde será realizada a autópsia.

Continue Reading

Alto Alentejo

Câmara de Portalegre assinala Dia Internacional da Juventude com entradas nas piscinas e museus

A 12 de agosto comemora-se o Dia Internacional da Juventude.

Para assinalar esta data a Câmara Municipal de Portalegre proporciona entradas livres nas piscinas municipais e espaços museológicos, para jovens até aos 29 anos de idade.

O tema definido pelas Nações Unidas para 2022 é «Solidariedade Intergeracional: Criando um mundo para todas as idades». Mais uma vez, a comemoração desta data pretende evidenciar o potencial transformador da juventude na sociedade e na sustentabilidade social, económica e ambiental.

O Dia Internacional da Juventude celebra-se a 12 de agosto, por resolução da Assembleia Geral da ONU em 1999, em resultado de recomendação da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, reunida em Lisboa, de 8 a 12 de agosto de 1998.

Empenhada em auscultar os jovens, entender as suas necessidades, expectativas e tendências, apelando a uma maior participação cívica e tornando-os parceiros da política municipal, a Câmara Municipal de Portalegre está a reativar o Conselho Municipal de Juventude, que tem reunião marcada já para o dia 1 de setembro.

Continue Reading

Baixo Alentejo

Município de Reguengos de Monsaraz disponibiliza transporte gratuito para a praia fluvial de Monsaraz

O Município de Reguengos de Monsaraz está a disponibilizar transporte gratuito para a praia fluvial de Monsaraz nos sábados e domingos do mês de agosto. Com esta medida, a autarquia pretende possibilitar aos munícipes que não tenham meios de transporte poderem usufruir da praia de Monsaraz.

O circuito do autocarro inicia-se às 9h30 na estação rodoviária da cidade, terá uma paragem às 9h35 em São Pedro do Corval na Estrada Municipal 514 e chegada à praia pelas 10h. O percurso inverso tem início às 17h no estacionamento da praia fluvial de Monsaraz, paragem em São Pedro do Corval pelas 17h25 e chegada a Reguengos de Monsaraz às 17h30.

A praia fluvial de Monsaraz foi inaugurada em 2017 e todos os anos recebeu a Bandeira Azul. Em 2019 foi atribuído à praia o primeiro prémio da Praia + Acessível, no âmbito do programa “Praia Acessível – Praia para Todos”.

Assim, a praia de Monsaraz tem este ano hasteada a Bandeira Azul, a Bandeira de Praia com Qualidade de Ouro 2022, a Bandeira de Praia Acessível e a classificação de Praia Saudável por ter as devidas normas de segurança e de qualidade do ambiente. A praia tem 150 metros de extensão, uma torre de vigilância e posto para os nadadores salvadores, posto médico com desfibrilhador automático externo, duches públicos, cadeiras anfíbias, rampas de acesso à água para utilizadores com dificuldades de mobilidade e estacionamento para 500 lugares, incluindo para veículos de pessoas com mobilidade reduzida.

Os veraneantes podem ainda usufruir de dois bares, restaurante, esplanadas, parque infantil, zona de merendas, ancoradouro e rampa para acesso dos barcos à água. Na praia há também espaços para venda de artigos de praia, bebidas, comida rápida e gelados e os operadores disponibilizam passeios de barco e desportos náuticos.

Continue Reading

Ultimas do Alentejo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Os Mais Vistos

ÚLTIMAS 48 HORAS