Connect with us

Alentejo

Vale do Guadiana: tem dez novas crias de lince-ibérico

Actualmente, o ICNF estima que a população de lince-ibérico a viver na natureza em Portugal seja constituída por 75 animais.

O Parque Natural do Vale do Guadiana (PNVG) situa-se no vale médio do rio Guadiana, em território pertencente aos concelhos de Mértola e Serpa, possuindo um evidente interesse faunístico, florístico, geomorfológico, paisagístico e histórico-cultural.

A reintrodução de lince em Portugal iniciou-se em 2015 na área do Vale do Guadiana, concelho de Mértola. Desde há 20 anos que o ICNF, conjuntamente com parceiros, tinha vindo a desenvolver estudos e projetos de recuperação para a espécie.

De forma a selecionar a área mais apta para o futuro estabelecimento de uma população viável de lince, realizaram-se previamente censos de coelho-bravo, uma avaliação das zonas de matagal e coberto arbóreo, um levantamento das ocorrências de armadilhas ilegais e risco de atropelamento. Levou-se também a cabo uma auscultação de opinião a actores locais.

No concelho de Mértola foi possível estabelecer acordos com proprietários em áreas com elevada densidade de coelho-bravo e onde se construiu um cercado de adaptação para os primeiros animais vindos de cativeiro. O lince é uma espécie-chapéu, a sua conservação beneficia muitas outras espécies e os territórios.

Entre 2015 e 2017 foram libertados 27 animais no Vale do Guadiana. Desde 2016 que há reprodução na natureza e a maioria dos animais apresenta território estável.
Acompanhar a reintrodução significa monitorizar os linces por rádio seguimento, foto-armadilhagem, análises genéticas, acompanhar o estado sanitário dos animais, as fêmeas em gestação e a abundância de coelho-bravo nas áreas de ocorrência. O envolvimento de parceiros e potenciar iniciativas nos territórios é parte essencial do sucesso desta reintrodução.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *