Connect with us

Turismo

Secretária de Estado do Turismo visita “Roteiro Literário Levantado do Chão”

A 10 de fevereiro, a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, efetuou uma visita a vários projetos turísticos implementados ou em curso no Alentejo. Um dos projetos visitados foi o “Roteiro Literário Levantado do Chão”, promovido pelo Município de Montemor-o-Novo e que se enquadra no âmbito da Rede de Turismo Literário do Alentejo e do Ribatejo, programa promovido pela Turismo do Alentejo, ERT e candidatado ao Programa Valorizar no passado mês de Novembro.

Deste modo a Secretária de Estado foi recebida no Salão Nobre da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, para uma apresentação do projeto de turismo literário “Roteiro Literários Levantado do Chão”. Estiveram presentes a Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, Hortênsia Menino, o Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, Gil Porto, o Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva, Presidentes das Juntas de Freguesia, técnicos dos serviços municipais responsáveis pelo projeto e outras individualidades. A sessão permitiu esclarecer a estrutura do projeto, assim como os objetivos e as expetativas para a vida económica, turística e pedagógica de Montemor-o-Novo, Évora e Lisboa. O Roteiro Literário Levantado do Chão é um projeto que se assume inovador no mercado de turismo literário em Portugal. Competitivo e sustentável, o Roteiro valoriza a identidade local enquanto fator diferenciador de modelos de visitação das regiões, e promove, simultaneamente, a valorização e divulgação dos agentes económicos locais. O Roteiro Literário Levantado do Chão será inaugurado nos dias 21 a 23 de fevereiro, nas Comemorações dos 40 anos de Levantado do Chão, que trazem a Montemor-o-Novo o VI Encontro Ibérico de Leitores de Saramago.

Hortênsia Menino explicou à comunicação social presente que o objetivo foi “partir de uma obra literária marcante para o concelho de Montemor, “Levantado do Chão”, e poder criar um percurso literário no concelho, que inclui também passagens por Évora e Lisboa, que valorize algumas das partes que consideramos mais relevantes e que estão mais relacionadas com a história e vida do concelho de Montemor”, acrescentando que “no fundo é poder procurar criar um produto que garanta maior atratividade turística para o nosso concelho, para o qual contamos com um conjunto de parcerias que são fundamentais neste trabalho, caso da Fundação José Saramago, Museu do Aljube, as juntas de freguesia do concelho e, naturalmente, a Entidade Regional de Turismo que acolheu esta ideia e a procurará integrar na rede de turismo literário”.

A Secretária de Estado do Turismo considerou que são projetos com “esta qualidade” que levam os turistas a fixarem-se cada vez mais, e mais tempo, na região. “As rotas literárias podem contribuir muito para a angariação de novos segmentos de mercado”, acrescenta, adiantando que todos os projetos que têm vindo a ser financiados pelo Turismo de Portugal têm sido muito importantes para “a criação de riqueza, de emprego e tem servido para chamar novos investidores”. Já António Ceia da Silva, presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo, lembra que este “mais que um roteiro literário, é um percurso turístico”.