Connect with us

Economia

Domínio .pt cresceu 22,9% com mais de 96 mil registos em 2020

O domínio de topo português na internet, .pt, viu o número de registos crescer 22,9%, fechando o ano de 2020 com mais 96 mil, um desempenho impulsionado pela pandemia, segundo um comunicado hoje divulgado.

“O .PT, responsável pela gestão do domínio de topo português .pt, fechou 2020 com um novo recorde, ao contabilizar 96.715 novos registos em .pt, mais 18.020 do que em 2019, o que representa um crescimento de 22,9% e torna o último ano no melhor de sempre”, indicou, destacando que “o reforço das medidas de combate à pandemia anunciadas pelo Governo em outubro voltou a contribuir para o aumento do número de registos, principalmente no mês de novembro, o segundo mais elevado, com um total de 9.082 domínios”.

Antes disso, no primeiro semestre de 2020, “contabilizaram-se quase 50 mil novos registos diretos em .pt, mais 10.423 do que no período homólogo, o que corresponde a um aumento de 26,35%”, lê-se no comunicado, que salienta que “o mês de abril foi o que apresentou o maior crescimento face ao ano anterior – 67% -, bem como o maior número de novos domínios”.

De acordo com a entidade, o verão, uma altura do ano em que normalmente o número de registos abranda, “manteve, neste ano, uma tendência de crescimento, com os meses de junho, julho, agosto e setembro a contabilizarem no total mais de 30 mil novos registos diretos, em comparação com os 23 mil, em 2019”.

A entidade deu ainda conta que, somando os registos diretos aos efetuados via empresa na hora, o valor total anual ultrapassa os 130 mil, mais 9.893 do que em 2019.

Luísa Ribeiro Lopes, presidente do Conselho Diretivo do .PT, realçou, citada na mesma nota, que “é inegável que a pandemia obrigou os cidadãos, as empresas e as organizações a reinventarem-se e que a internet foi um importante aliado neste trajeto”.

“As restrições impostas à normal atividade económica e social aceleraram o processo de transição digital e isso reflete-se naturalmente na evolução do registo de domínios em .pt”, referiu.

“A necessidade de ter uma presença na internet tem de ser acompanhada do desenvolvimento das competências digitais dos cidadãos”, salientou, recordando que o ‘online’ está cada vez mais presente no dia-a-dia e que é “preciso trazer estas pessoas para o digital e trabalhar em três aspetos fundamentais: formação, segurança e confiança”.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *