Connect with us

Sociedade

CGTP-IN CONVOCA MANIFESTAÇÃO EM NISA

No próximo dia 11 de Novembro, a partir das 14h30, na Praça da República em Nisa, terá lugar uma concentração de activistas sindicais e trabalhadores, em defesa das liberdades, direitos e garantias constitucionais.

Em comunicado à comunicação social, a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses — Intersindical Nacional afirma que “são já vários os exemplos de condicionamentos impostos à liberdade sindical dentro e fora dos locais de trabalho: dirigentes e delegados sindicais impedidos de contactar com os trabalhadores, trabalhadores impedidos de contactarem com a CGTP-IN e de receberem informação sobre os seus direitos, trabalhadores ameaçados e coagidos a não se sindicalizarem em sindicatos da CGTP-IN, trabalhadores sindicalizados castigados, perseguidos e transferidos de local e de funções, propaganda sindical da CGTP-IN destruída ou arrancada, dirigentes patronais que tentam invadir e condicionar os plenários sindicais”.

A CGTP-IN denuncia casos de perseguição, castigos e mudança de funções por razões politico-sindicais no município de Nisa e explica que o executivo camarário de Nisa mandou mesmo retirar por duas vezes as faixas do Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) da sede do Agrupamento de Escolas de Nisa, “que denunciavam o processo de municipalização da educação em curso”. A Confederação Intersindical justifica por estas razões a escolha de Nisa para a manifestação.

A concentração contará com as intervenções do Presidente do SPZS, Manuel Nobre e do Secretário Geral da CGTP-IN, Arménio Carlos.

Segundo a mesma entidade, é importante transmitir aos trabalhadores do Distrito de Portalegre que, “toda e qualquer acção que tenha por objectivo limitar as liberdades, direitos e garantias constitucionais, entre elas a liberdade sindical, só poderá merecer por parte da CGTP-IN o mais firme combate e denúncia, esperamos poder contar com a vossa presença e com a divulgação desta acção”.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *