Connect with us

Educação

AULAS DE VIOLA CAMPANIÇA E CANTE DE IMPROVISO DINAMIZADAS NO CONCELHO DE ODEMIRA

O Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso, com sede em S. Martinho das Amoreiras, no concelho de Odemira, promove o ensino da viola campaniça e de cante de improviso (despique e baldão), dinamizando aulas em diversas aldeias e para o público escolar, com o objetivo de divulgar e perpetuar esta tradição.

A iniciativa envolve um total de 180 alunos, sendo cerca de 130 alunos nas aulas nas escolas do 1.º Ciclo dos Agrupamentos de Escolas de Colos e de Sabóia e 50 alunos (crianças e adultos) nas aulas de viola campaniça e de teoria musical em regime pós-laboral.

Para este ano letivo foram abertas inscrições para aulas de viola campaniça nas aldeias de S. Martinho das Amoreiras, Sabóia, Relíquias, Bicos, Colos, Luzianes-Gare, Santa Clara-a-Velha e na vila de S. Teotónio, sempre em horário pós-laboral. Paralelamente são dinamizadas aulas de teoria musical (iniciação) e cante de improviso (despique e baldão), na aldeia de S. Martinho das Amoreiras. Os interessados podem inscrever-se nas Juntas de Freguesia ou através do e-mail centroviolacampanica@gmail.com

Criado em 2017, o Centro pretende constituir-se como um organismo cultural ao serviço da comunidade, congregando um espaço museológico, programa cultural e programa formativo. Na componente formativa, além formação em período pós-laboral para a população ativa, tem sido promovida a aprendizagem/aperfeiçoamento do toque da viola campaniça junto dos 1º ciclo do ensino básico e dinamizados cursos de construção da viola campaniça. O espaço museológico, a instalar em edifício contiguo à Casa do povo de S. Martinho das Amoreiras, pretende recriar o ambiente do cante nas aldeias do interior através da recuperação do conceito de Taberna, enquanto centro ativo de produção e divulgação cultural. Através do programa cultural regular, pretende-se captar público e novos formandos e dar visibilidade ao trabalho desenvolvido, favorecendo todas as atividades que já existem no território e que divulgam a viola campaniça, o cante ao baldão e ao despique e a poesia popular, de que são exemplos as atividades “Sonoridades e Sabores” (roteiro de música tradicional e gastronomia no concelho de Odemira) ou as “Festas de Maio” em Amoreiras-Gare.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *