Connect with us

Agricultura

Arraiolos: Vão ser plantadas 1200 árvores em São Pedro da Gafanhoeira

No dia 15 de fevereiro, a Câmara Municipal de Arraiolos e a Junta de Freguesia de São Pedro da Gafanhoeira (União de Freguesias de Gafanhoeira (São Pedro) e Sabugueiro), promovem uma iniciativa de voluntariado destinada a fazer a plantação de árvores e arbustos nas margens da Ribeira de Vide, no troço que atravessa a povoação de São Pedro da Gafanhoeira.

A ação tem por objetivo a renaturalização da galeria ripícola da ribeira que, para além da função ecológica que representa, sendo fundamental na mitigação dos fenómenos extremos relacionados com as alterações climáticas, sobretudo em zonas habitadas, representa também um potencial paisagístico e recreativo enquanto espaço de estadia, lazer e fruição da natureza que se pretende recuperar, para que este seja um espaço público de qualidade.

Ao longo de cerca de 1300 metros da ribeira e em ambas as margens, irão ser plantadas 1200 plantas autóctones, de árvores e arbustos, com predominância do Freixo-nacional, mas também com Borrazeira-preta e Borrazeira-branca, a Gilbardeira e o Lentisco. As plantas foram entregues ao município no âmbito de uma candidatura ao Programa Floresta Comum.

O projeto foi iniciado no verão passado com a limpeza do troço urbano da Ribeira de Vide, em São Pedro da Gafanhoeira, a qual não era limpa há cerca de 30 anos e por isso encontrava-se bastante assoreada e cheia de vegetação invasora. Posteriormente foi desenvolvido um projeto de arquitetura paisagista para a replantação dos taludes e margens da ribeira com recurso a espécies arbustivas e arbóreas, o qual suportou a candidatura feita pelo município.

O projeto inclui também a instalação no próximo verão de um passadiço em madeira numa extensão de cerca de 330 m, com o objetivo de aproximar a população da ribeira promovendo o seu usufruto lúdico, conhecimento e valorização.

A requalificação das margens, para além de permitir que a ribeira tenha uma resposta ecológica significativamente mais eficiente, promove a biodiversidade, reporta à beleza da paisagem da região e permite a integração do processo de educação ambiental, ao recuperar os habitats naturais associados à galeria ripícola.

O programa detalhado para concretizar esta ação de voluntariado, bem como a apresentação do projeto de arquitetura paisagista, serão objeto de uma reunião com a população no dia 4 de fevereiro, pelas 20:30, no edifício da Junta de Freguesia de São Pedro da Gafanhoeira.

A iniciativa terá a colaboração da Associação de Reformados de S. Pedro da Gafanhoeira, Associação de Caçadores de Santana do Campo, Clube Desportivo da Malha “Os Pioneiros”, Gafanhori – Clube de Orientação da Gafanhoeira, Grupo Desportivo S. Pedrense, Sociedade Recreativa de S. Pedro da Gafanhoeira, Fábrica da Igreja Paroquial de S. Pedro da Gafanhoeira e do Clube contra a Preguiça. Conta com os apoios do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas – Reserva Natural Serra da Malcata e do Programa Floresta Comum, e a parceria da Território Periférico – Arquitectura Paisagista, Lda e de António Menêzes – Produtor e Realizador.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *